Em má fase no Campeonato Brasileiro, em que acumula seis jogos sem vencer, o Atlético ganha mais uma opção para o duelo com o Santos, neste domingo (20), às 16h, no Independência, pela 27ª rodada do torneio.

Após cumprir suspensão no empate em 2 a 2 com o CSA, na última quarta-feira, em Maceió, o meia Cazares volta a ficar à disposição do time, e poderá fazer o primeiro jogo com o técnico Vagner Mancini.

Cazares Atlético

Carregando a oscilação que o acompanha desde que chegou ao Galo, em 2016, o equatoriano tem boas recordações do confronto com o time paulista.

Em oito jogos contra a equipe de Pelé, o meia marcou um gol e deu quatro assistências. Além dos números positivos para um jogador de sua posição, o meia acumula boas atuações diante do Santos.

A última delas ainda está fresca na memória do atleticano. No jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, no dia 6 de junho, em que o Atlético venceu o Peixe por 2 a 1, de virada, e avançou no torneio, Cazares foi determinante.

Com uma exibição exuberante, o equatoriano comandou o Galo na classificação, e deu o passe para Chará marcar o segundo do Atlético, que selou à vaga nas quartas de final.

Outra boa lembrança do meia contra a equipe paulista aconteceu na primeira rodada do Campeonato Brasileiro de 2016.

Na ocasião, o então técnico Diego Aguirre optou em mandar a campo um time reserva, apenas com Cazares da equipe considerada titular, priorizando a disputa da Copa Libertadores.

Mesmo com a formação alternativa, o Galo conseguiu vencer o time paulista - que veio com força máxima – com um gol do equatoriano.

Cazares, inclusive, publicou essa lembrança em suas redes sociais, nesta quinta-feira.  (Confira abaixo)