O sonho do Minas Tênis Clube de contar com o pivô Anderson Varejão para a próxima temporada do Novo Basquete Brasil (NBB) pode estar caminhando para um desfecho feliz para o clube. A diretoria minastenista tem marcada, para a próxima semana, reuniões com dois possíveis parceiros, que bancariam financeiramente a vinda do astro do basquete nacional para Belo Horizonte. 

Os dirigentes do Minas pretendem apresentar nas reuniões, o projeto do clube em contar com três experientes jogadores com passagens pela NBA. A presença de Leandrinho e Alex, que já têm vínculo com o time azul e branco, e formariam a trinca com o pivô, também é um fator favorável à vinda de Varejão para a capital mineira. 

Um dos destaques da campanha da Seleção Brasileira no Campeonato Mundial, realizado no mês de setembro, o pivô de 37 anos está sem clube desde que deixou o Flamengo, no final da última temporada do basquete nacional. Com a equipe carioca, Varejão foi campeão da última edição do NBB.

Caso a contratação de Anderson Varejão se concretize, o pivô traria consigo uma experiência de 14 temporadas no basquete norte-americano, além da vitoriosa passagem do jogador pelo basquete europeu, onde se destacou e conquistou o principal título continental do planeta, a Euroliga de 2002-2003.

Reforços

Visando ao título inédito do NBB, a diretoria minastenista promoveu grande reformulação e contratou vários nomes de peso para compor a equipe que será comandada pelo técnico Léo Costa. Chegaram ao clube somente neste ano os armadores Davi Rosseto e Farad Cobb, os alas Alex Garcia, Gui Deodato e Guilherme Carvalho, além dos pivôs Shilton, Tyrone e Devon Scott.

* Sob supervisão de Lucas Borges