A final da Copa América entre Brasil e Peru na tarde deste domingo contou com uma breve cerimônia de encerramento no gramado do Maracanã. Estiveram no campo a cantora brasileira Anitta e o cantor porto-riquenho Pedro Capó, que fizeram um pocket show (apresentação rápida). E mesmo com tantos preparativos algo saiu errado. Na hora da montagem do palco os responsáveis por formar o mapa Sul-Americano no centro do gramado não posicionaram direito uma das peças e o texto previsto se formou erroneamente, fora do esperado.

A palavra que tomaria forma no centro do mapa seria o slogan da Copa América 2019, "Vibra o Continente", mas pelo posicionamento errado de um dos quadros a palavra " continente" ficou errada.

Erro organização final Copa América

A festa

A cerimônia de encerramento da Copa América teve a assinatura do diretor-artístico Edson Erdmann. A ideia do idealizador da festa era dar sequência à história iniciada na abertura da competição, quando crianças representaram os países latinos, além dos convidados Japão e Catar.

Não se pode perceber uma sequência estrutural do enredo, porém o que se viu foi um belo espetáculo de luzes, cores pelo figurino dos participantes e também o uso de fogos de artifício.

A Conmebol autorizou que fosse respeitado um minuto de silência pela morte do músico João Gilberto, uma das grandes referências da Bossa Nova. Anitta também prestou homenagens ao cantor e ela, que cantou um de seus sucessos, a música "Downtown", ao fim de sua apresentação disse: "Viva o Mestre João Gilberto".

A cerimônia de encerramento da Copa América, que começou 25 minutos antes do jogo, também "ornamentou" o gramado, coberto por um tapete gigante justamente para a execução da festa. A partir do momento que se aproximava o horário do jogo, cada pedaço do piso alternativo era retirado.