Dez dias depois de o Internacional fracassar na tentativa de se igualar ao Cruzeiro como time fora do Eixo Rio-São Paulo campeão da Série A nos pontos corridos e tetracampeão brasileiro, o Grêmio tenta neste domingo (7) alcançar outra marca cruzeirense, que é o hexacampeonato da Copa do Brasil.

A tarefa gremista, que levantou a taça do torneio em 1989, 1994, 1997, 2001 e 2016, não é fácil. Derrotado pelo Palmeiras no último domingo (28), em Porto Alegre, o tricolor gaúcho vai ao Allianz Parque, em São Paulo, neste domingo, obrigado a vencer por pelo menos um gol de diferença para levar a decisão para os pênaltis.

Luiz Adriano Palmeiras Diego Souza GrêmioLuiz Adriano, do Palmeiras, e Diego Souza, do Grêmio, comandam os ataques dos dois times na decisão da Copa do Brasil neste domingo, no Allianz Parque, em São Paulo

Os palmeirenses, além de jogarem em casa, embora isso faça pouca diferença no cenário de portões fechados, por causa da pandemia pelo novo coronavírus, precisam apenas do empate para chegarem ao tetracampeonato da competição que venceram em 1998, 2012 e 2015.

Histórico

Dos cinco títulos conquistados, o quarto, em 2001, foi conquistado em São Paulo. E numa situação de certa forma parecida com a vivida agora, 20 anos depois.

Depois de empatar com o Corinthians por 2 a 2 a partida de ida no Estádio Olímpico, em Porto Alegre, numa época em que o gol fora de casa era critério de desempate até na decisão, o time comandado pelo técnico Tite foi ao Morumbi praticamente obrigado a vencer.

E com uma exibição inesquecível, venceu o Corinthians por 3 a 1 e levantou a taça na capital paulista, numa história que pretende repetir neste domingo.

O Palmeiras busca o segundo título de Copa do Brasil dentro do Allianz Parque. Inaugurada em 2014, a arena sediou a conquista de 2015, numa decisão 100% paulista em que o alviverde derrotou o Santos nos pênaltis, após cada time vencer por um gol de diferença em seus domínios.

A FICHA DO JOGO

PALMEIRAS
Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Alan Empereur e Matías Viña; Felipe Melo, Zé Rafael e Raphael Veiga; Wesley, Rony e Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira

GRÊMIO
Paulo Victor; Victor Ferraz (Vanderson), Paulo Miranda, Kannemann e Diogo Barbosa; Matheus Henrique, Maicon, Alisson (Ferreira), Jean Pyerre e Pepê; Diego Souza. Técnico: Renato Gaúcho

DATA: 7 de março de 2021
HORÁRIO: 18h
ESTÁDIO: Allianz Parque
CIDADE: São Paulo
MOTIVO: Jogo de volta da decisão da Copa do Brasil
ARBITRAGEM: Bruno Arleu de Araújo (RJ), auxiliado por Kleber Lúcio Gil (SC) e Bruno Raphael Pires (GO)
VAR: Igor Junio Benevenuto (MG)
TRANSMISSÃO: Globo, SporTV e Premiere