"Para de falar besteira, Cicinho! O Atlético não tem recordação de você. Ela é péssima. Você deu prejuízo e deveria agradecer ao clube". Foi assim que Lásaro Cândido, vice-presidente do Atlético, respondeu às declarações feitas pelo ex-lateral Cicinho, em entrevista ao canal do Nicola, na noite desta segunda-feira (29).

Bastante chateado com o clube, o paulista de 40 anos revelou que precisou pagar mais de R$ 3 milhões ao clube para não ter bens penhorados; isso, no ano passado.

"Cicinho jogou aqui até 2003 e conseguiu na Justiça a liberação. Só que ele e o Atlético tinham contrato com a Axial, uma empresa de São Paulo, que tinha 50% dos direitos econômicos do jogador. A empresa processou os dois e ambos foram condenados, em 2016, num valor total de R$ 18 milhões", comenta Lásaro por meio do Twitter.

Leia mais:
Após pagar dívida milionária ao Atlético, Cicinho dispara: 'torço para que o clube não se dê bem'

"Nosso advogado, Raul Ribeiro, conseguiu um acordo com a Axial e esta dívida caiu para R$ 9 milhões. Mas o Cicinho não participou do acordo. Ficou escondido e não quis participar. O Atlético o processou e oferecemos a ele uma oportunidade: fizemos o mesmo desconto que a empresa fez ao Atlético. Ele pagou pouco mais de R$ 3 milhões. Ele tem que agradecer ao clube, pois teve condições excepcionais", finaliza.