Um aluno aplicado ou um soldado que conhece bem o rival de guerra. É desta forma que o lateral-direito Patric demonstrou ser durante a entrevista coletiva realizada na tarde desta segunda-feira (19), na Cidade do Galo. Questionado sobre o que já sabe sobre o La Equidad, adversário desta terça (20), o camisa 2 deu show de conhecimento.

"Temos inúmeras informações. São quatro vitórias e dois empates na Sul-Americana. Uma equipe que tem uma força física grande, de estatura alta. Tem um zagueiro pela direita que sai muito bem. Os pontas gostam muito de buscar a bola, forçando os nossas laterais a irem atrás deles. A dúvida é se usarão o lateral-esquerdo de origem ou se improvisarão o zagueiro... quer mais?", disse o informado lateral.

"Toda equipe que vem enfrentar o Galo, quer mostrar o seu trabalho. Fico pensando que se eu estivesse lá no Equidad, eu ia querer mostrar. Cada informação tem que ser analisada. Quando a gente vai para a guerra, a gente tem que se informar sobre o adversário", acrescentou sobre a postura de tentar decifrar ao máximo o time colombiano, rival das 21h30, no Independência.

Sobre o título da Sul-Americana, fase em que a equipe tenta avançar às semifinais, Patric destaca a importância para o clube e também pessoalmente, já que ainda não tem um caneco internacional com a camisa alvinegra.

"Esse título da Sul-Americana é tão esperado e almejado. Queremos ganhar títulos para que nosso nome fique na história. Espero que possamos executar bem. Eles não ter um título de expressão não pode ser levado muito em consideração. Os jogos estão bem equilibrados e muito azarões sendo campeões, então temos que fazer tudo certo para que não sejamos surpreendidos", finalizou.