O meia Giovanni Piccolomo está de volta ao Cruzeiro. Emprestado ao Avaí no início da temporada, o jogador teve o retorno solicitado pelo técnico Mozart, que assumiu o comando do time celeste nesta sexta.

A devolução do atleta foi oficializada pelo time catarinense nesta sexta-feira (11). No comunicado, veiculado nas redes sociais, o Leão destacou a cláusula contratual prevista no acordo, que previa a possibilidade do encerramento do vínculo, caso fosse desejo do clube estrelado. O Cruzeiro, inclusive, ainda arcava com os salários do jogador.

No Avaí, Giovanni disputou 17 jogos e marcou dois gols, um deles, inclusive, na final do Campeonato Catarinense, conquistado sobre a Chapecoense.

Leia mais

Autonomia, estilo, relação com Pastana e desconfiança: Mozart se apresenta ao torcedor

Treino no dia do jogo, ajustes e foco no psicológico: a ‘operação estreia’ de Mozart no Cruzeiro

Mozart elogia Marcelo Moreno e Marcinho e afirma que conta com os jogadores para a Série B

Passagem pela Raposa

Aos 27 anos, Giovanni Piccolomo chegou ao Cruzeiro em outubro do ano passado, a pedido do então técnico Ney Franco, com quem já tinha trabalhado no Coritiba no ano anterior.

O jogador demorou mais de dois meses para estrear com a camisa celeste, em razão de uma punição imposta pela Fifa ao Cruzeiro. Na ocasião, a entidade máxima do futebol impediu a Raposa de registrar novos jogadores por um determinado período.

Titular na reta final da Série B sob o comando de Felipão, disputou dez jogos e não marcou nenhum gol. Fora dos planos do técnico Felipe Conceição para esta temporada, foi emprestado sem custos ao Avaí.

Piccolomo tem contrato com o clube estrelado até dezembro de 2021.