Minutos depois após ser eleito presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, órgão que tem como função principal fiscalizar a administração do clube, o comerciante Paulo César Pedrosa, em entrevista na quadra que fica ao lado do Ginásio Dona Salomé, no Parque Esportivo do Barro Preto, desqualificou o trabalho feito pela Kroll para o Conselho Gestor.

“A tal da Kroll pegou os documentos, mandou para a imprensa, não encaminhou para o Conselho Fiscal. Nunca vi isso na minha vida. Então, a partir de semana que vem nós vamos olhar quanto que o Cruzeiro pagou à Kroll? Eu nunca vi fazer uma auditoria em 30 dias. Não foram 60. Conta os dias úteis de quando eles começaram. Então isso que nós temos que olhar”, garantiu Pedrosa.

Paulo César Pedrosa presidente Conselho Deliberativo Cruzeiro

Novo presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, Paulo César Pedrosa desqualifica o trabalho da Kroll, empresa especializada em investigação e auditoria que prestou serviço ao Conselho Gestor do Cruzeiro

A Kroll, em seu site oficial, se define como “uma empresa multinacional e referência em investigação, due diligence, compliance, segurança cibernética e gestão de riscos de segurança”.

Muito requisitada no mundo corporativo, ela fez uma auditoria e investigação no Cruzeiro entre 3 de março e 15 de maio e levantou valores milionários pagos pela administração de Wagner Pires de Sá a conselheiros do clube, por exemplo, o que é proibido pelo Estatuto do clube.

Além disso, apontou uma série de irregularidades cometidas na gestão do futebol, como pagamentos suspeitos a intermediários em renovações de contratos de jogadores que já pertencem ao clube e até na negociação de um atleta menor de ida, o que é proibido pela legislação.

Com a desconfiança demonstrada, o trabalho de Paulo César Pedrosa a partir de 1º de junho é justamente determinar a conferência de tudo o que foi levantado pela Kroll, pois o Conselho Deliberativo tem como função justamente fiscalizar a gestão do clube.

A assessoria da Kroll foi procurada pela reportagem, mas ainda não se manifestou sobre as acusações de Paulo César Pedrosa.