Pela primeira vez como titular na Era Cuca, Alan Franco recebe elogios do treinador

Thiago Prata
@ThiagoPrata7
25/04/2021 às 08:35.
Atualizado em 05/12/2021 às 04:46
 (Pedro Souza / Atlético)

(Pedro Souza / Atlético)

A preferência de Cuca por outros atletas do meio de campo e a questão do número restrito de jogadores estrangeiros em uma partida de âmbito nacional (cinco, no máximo) deixaram Alan Franco fora dos planos na maioria dos duelos do Atlético nesta segunda passagem do treinador. Antes do confronto desse sábado (24), diante do Athletic, o equatoriano havia entrado no decorrer de um embate do Estadual na temporada, e nada mais.

No triunfo por 1 a 0 no Independência, pela última rodada do Campeonato Mineiro, enfim, o atleta teve sua primeira chance como titular na Era Cuca. E, na visão do técnico, cumpriu bem seu papel.

“O Allan estava suspenso, preservei o Tchê Tchê para terça-feira, e o Neto está com Covid. Então, ele (Franco) fez essa função (de primeiro volante) até para eu poder ter uma visão dele no jogo. Acho que ele foi bem, correspondeu. Também está sem ritmo. Mas mesmo sem ritmo, desenvolveu bem”, avaliou o treinador.

Houve momentos na partida em que Franco desempenhou outras funções, algo que, dependendo do andamento de um duelo, pode se repetir no futuro. E não somente o meio-campista, como outros atletas do Galo devem exercer outras funções em situações específicas.

“O Sasha, quando entrou, foi como 9; depois o puxei para a ponta de lança. Então, ficou o Dylan, o Alan Franco e o Sasha (no meio). (...) Lá na frente vão existir duelos em que vou jogar com o Dodô e o Arana. Vão ter jogos cascudos na Libertadores, no Brasileiro e na Copa do Brasil, e vamos utilizá-los nesse formato”, comentou Cuca.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por