"A fé não costuma falhar". Esta, com certeza, é uma das convicções que acompanham Cuca ao longo dos 57 anos de vida. Atualmente, o técnico que retornou ao Atlético após quase oito anos se apega na devoção à Nossa Senhora para que a mãe, dona Nilde, vença a tão avassaladora Covid-19.

E foi justamente por isso que uma família, radicada em Poços de Caldas, resolveu dar um presente especial ao treinador. Aproveitando a ida do Alvinegro ao Sul de Minas, na semana passada, o atleticano Anderson Sandi, o filho Leonardo e o sobrinho Gustavo fizeram esforço máximo para entregar uma imagem ao curitibano.

"Queríamos ver a chegada do ônibus na cidade, mas tivemos uma reunião de trabalho. Falei com meu filho que a gente deveria arrumar uma forma de comprar uma santa para presenteá-lo, principalmente pela situação que a mãe dele tem enfrentado. Fomos atrás, mas as cristalerias de Poços estavam fechadas (por causa das restrições da pandemia). Como tenho o contato dos donos, consegui. Fui até a fábrica, minutos antes do compromisso no traballho, e consegui comprar a imagem. Levei a caixa e o plástico bolha para que minha esposa embrulhasse", conta Anderson, ao Hoje em Dia.

atleticanos

A segunda missão era conseguir ter acesso a Cuca. Pai e filho foram até o stádio Municipal Ronaldo Junqueira, o Ronaldão, e, no final do duelo, vencido pela Veterana por 2 a 1, conseguiram concluí-la. Devido aos protocolos, apenas o filho teve contato com o técnico do Atlético. No vestiário, ele entregou o presente; uma linda imagem de Nossa Senhora, feita em cristal.

De acordo com a assessoria do clube, Dona Nilde segue em recuperação e tentando deixar para trás o novo coronavírus. "Queria tanto ter vacinado a minha mãe. Faltava tão pouquinho tempo. Ela já estava contando nos dedos", disse Cuca durante a entrevista de apresentação ao Atlético, em 16 de março.