orejuela, cruzeiro

 

Titular da lateral direita do Cruzeiro, o colombiano Orejuela ficou fora da convocação do técnico Carlos Queiros para os amistosos da Colômbia na data Fifa contra Peru e Equador, nos dias 15 e 19 de novembro, e por isso está à disposição de Abel Braga para a partida contra o Avaí, na próxima segunda-feira (18), às 20h, no Mineirão.

A partida é considerada decisva para os planos da Raposa, que luta contra o rebaixamento e enfrentará a equipe lanterna do Campeonato Brasileiro nesta 33ª rodada.

"Faltam menos jogos, mas vamos conseguir os três pontos que queremos e buscar as vitórias em todas as partidas (...) São poucos partidas que faltam e queremos ganhar e ganhar. Sempre digo, o melhor é ganhar e não depender de nada. Segunda-feira teremos uma partida difícil, porque o Avaí vai querer ganhar. Nós estamos concentrados, vamos à luta para conquistar os três pontos", garantiu o lateral.

O Cruzeiro entrará em campo já sabendo dos resultados de rivais diretos, como o Fluminense (que enfrenta o Atlético no Maracanã), Ceará (enfrenta a Chapecoense em Santa Catarina), do Botafogo que tem um duelo difícil na Arena da Baixada contra o Athletico-PR e do Fortaleza (recebe o CSA no Castelão). 

Como joga em casa e precisa da vitória até para encerrar a sequência de três empates (ficou na igualdade com o Bahia, Athletico-PR e Atlético) o apoio do torcedor será importante mais uma vez. 

"A torcida sempre está apoiando a equipe, mesmo nessa situação os torcedores comparecem ao Mineirão. Espero que nesta segunda-feira eles compareçam novamente para alcançarmos essa vitória que tanto queremos", comentou.

Seleção

Ficar fora da convocação do técnico da Colômbia não deixou Orejuela chateado. O jogador entende que o treinador está buscando mais opções para o time. 
Como houve recentemente uma polêmica entre o Cruzeiro e o técnico Carlos Queiroz, Orejuela explicou que ficar fora da convocatória dessa vez não foi por conversa com o comandante dos Cafeteros. 

"Não houve diálogo, creio que ele está olhando outros jogadores, dando oportunidade. Agora é o momento de ficar e estou à disposição do Cruzeiro para o que precisar", completou.

Permanência na Toca

O contrato de empréstimo de Orejuela com o Cruzeiro termina em dezembro, mas o clube celeste tem até o fim de novembro para exercer o direito de compra de 50% do jogador. 
Orejuela, no entanto, fixa seu pensamento em ajudar o Cruzeiro nesta reta final de temporada na luta contra o rebaixamento, e deixa os assuntos burocráticos para o seu empresário resolver com o clube. 

"Como eu disse antes, eu quero ficar aqui, ficar no Cruzeiro onde estou muito contente. Mas essa parte depende do meu empresário e do Cruzeiro. No momento não falamos nada com o clube", explicou.