De um lado, o desespero do Boa Esporte, que precisa de um verdadeiro milagre para evitar o rebaixamento; do outro, o sonho do América, cada vez mais próximo de assegurar o acesso à Série A do Brasileirão.

Este é o tom do jogo desta terça (27), às 19h, no estádio municipal de Varginha, pela 33ª rodada da Série B.

Após a vitória de sexta-feira passada por 2 a 1 sobre o Oeste, o América já tem 77% de chances de obter o acesso à elite nacional, de acordo com os cálculos de probabilidades do departamento de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Quanto ao contexto do Boa Esporte, segundo os cálculos da UFMG, a probabilidade de rebaixamento já é de 99.98%, isto é, somente um milagre evita a queda do time, que perdeu 18 dos 32 jogos que fez na competição.

“Para o Boa Esporte será tudo ou nada. Por isso, não podemos pensar que será fácil. Temos que jogar com muita atenção, desde o início da partida, para evitar erros como no jogo contra o ABC”, disse o lateral-direito Robertinho, que é a principal opção para a vaga de Walber, suspenso com três cartões amarelos.

Perto da queda

Além de Walber, o atacante Bruno Sávio, com uma contusão no pé direito, está vetado. Por outro lado, o técnico Givanildo Oliveira tem o retorno do volante Leandro Guerreiro, que cumpriu suspensão na vitória sobre o Oeste.

“Sabemos que será o jogo da vida deles (do Boa Esporte), só que será para nós também”, afirmou Guerreiro, que prevê dificuldades em Varginha justamente por conta da complicada situação do Boa.

A equipe do interior de Minas disputa a Série B pelo quinto ano consecutivo. Em caso de derrota nesta terça, o time passaria a depender de 100% de aproveitamento nas cinco rodadas finais e de uma combinação de resultados para não ser rebaixado, pois só poderia chegar a 39 pontos.