O gol marcado na vitória do Cruzeiro sobre o Athletic, no último domingo (14), pela 4ª rodada do Campeonato Mineiro, deixou o atacante Marcelo Moreno perto de alcançar uma marca histórica com a camisa celeste.

Ao balançar as redes do Mineirão diante do time de São João del Rei, o boliviano chegou ao 49º gol pela Raposa, um a menos do que Arrascaeta, maior artilheiro estrangeiro do clube estrelado, que atuou pela equipe celeste em 188 partidas, entre 2015 e 2018.

Somando as três passagens pela Toca da Raposa II, Moreno acumula 128 jogos. No período, conquistou os títulos do Campeonato Brasileiro (2014) e do Campeonato Mineiro (2008 e 2014).

Em entrevista às mídias oficiais do Cruzeiro, divulgada nesta quarta, o centroavante comentou a proximidade de mais um feito em sua trajetória na equipe estrelada.

“Eu não sei qual jogador não trabalha, não se dedica, não acorda muito cedo, não vai para a academia, não treina muitas vezes repetição de finalização, independentemente da posição, para entrar na história do clube. Sem dúvidas, eu não sou diferente. Quero sim entrar mais uma vez na história do clube, sendo o maior artilheiro estrangeiro da história do clube”, disse o jogador de 33 anos.

Espaço na equipe

No confronto com o Athletic, Marcelo Moreno voltou a ser titular da Raposa, após oito jogos sem aparecer no onze inicial.

Diante de forte concorrência por uma vaga no ataque, o boliviano afirmou que a busca pela liderança na tabela de artilheiros estrangeiros do clube é consequência dos objetivos que busca entrar ao time celeste.

“Tenho certeza de que esse número é muito pessoal, muito bom para mim, me dá muita confiança. E eu fazendo gols vou estar ajudando os meus companheiros, vou estar ajudando o Cruzeiro a ganhar, e isso é o que me importa nesse momento. Sei que essas coisas vão acontecer naturalmente. Então, vou continuar trabalhando firme para ajudar o Cruzeiro”.

Com a grande possibilidade de ter Moreno no comando de ataque, a Raposa se prepara para o clássico com o América, no próximo domingo, às 16h, no Independência, pela 5ª rodada do Estadual.