O imbróglio envolvendo o lateral-esquerdo André Santos e o Flamengo parece não ter fim. Após ser agredido por torcedores no domingo (20), dizer que havia sido dispensado pelo clube na terça-feira e ser desmentido em nota oficial horas mais tarde, o jogador apareceu na tarde desta quinta no CT Ninho do Urubu. Ele, porém, não participou do treinamento comandado pelo recém-chegado técnico Vanderlei Luxemburgo.

Sem participar de atividades do clube desde o início da semana, André Santos conversou nesta quinta-feira com o diretor executivo de futebol, Felipe Ximenes, e com companheiros de time. Apesar de ainda não ter rescindido o contrato, o Flamengo não pretende mais contar com o jogador e trata da liberação com o empresário dele, Carlos Leite.

O meia Elano, que também tem dada sua dispensa como certa, participou normalmente da atividade orientada por Luxemburgo - a segunda do dia, já que o técnico comandou um treino pela manhã, antes de ser apresentado oficialmente como substituto de Ney Franco.