Clássico

Uruguaio Paulo Pezzolano e argentino Antonio Mohamed devem se enfrentar em clássico no dia 5 de março

Dez dias depois de o Cruzeiro anunciar a chegada do uruguaio Paulo Pezzolano, foi a vez de o Atlético confirmar o acerto com o argentino Antonio “El Turco” Mohamed. Assim, os arquirrivais de Minas terão treinadores estrangeiros simultaneamente pela terceira vez na história.

A última vez que isso aconteceu foi em 2016 e por apenas oito dias. Enquanto o português Paulo Bento foi contratado pelo Cruzeiro em 11 de maio, o uruguaio Diego Aguirre pediu demissão do Atlético no dia 19. Nesse intervalo, não houve clássico estadual.

Já em 1955, Galo e Raposa fizeram um único confronto com treinadores estrangeiros em seus bancos. No time alvinegro, o comandante era o uruguaio Ricardo Diéz, que está na história do clube como “campeão do gelo”. Já a equipe celeste era orientada pelo argentino Filpo Núñez. O clássico em questão terminou com vitória atleticana por 2 a 1.

Encontro marcado

Caso nenhum imprevisto aconteça no início desta temporada, Paulo Pezzolano e “El Turco” Mohamed já têm o primeiro encontro marcado. Atlético e Cruzeiro se enfrentarão em 5 de março (domingo), às 19h, no Mineirão. O clássico, com mando de campo do Galo, será válido pela nona rodada do Campeonato Mineiro. 

Até lá, Mohamed pode já ter conquistado um título pelo time alvinegro. Afinal, o Atlético disputará a Supercopa do Brasil, em jogo único, diante do Flamengo, em 20 de fevereiro.

Já Pezzolano ainda estará no início de sua trajetória no futebol mineiro em preparação para o seu principal objetivo: recolocar o Cruzeiro na Série A do Campeonato Brasileiro depois de três anos na Segunda Divisão. 

Eles ainda poderão se reencontrar na fase final do Estadual ou na Copa do Brasil. Para isso, as duas equipes precisam avançar nas competições.  

Leia mais:
Novo técnico do Atlético, ‘El Turco’ cumpriu promessa ao filho morto em acidente