O próximo jogo do Cruzeiro pela Série A do Campeonato Brasileiro, no próximo domingo (26), contra a Chapecoense, às 19h, pode não ser disputado no Mineirão. Segundo apurou o Hoje em Dia, a Raposa pode ter o desfalque do Gigante da Pampulha na busca da reabilitação, pois já acumula três partidas sem vitória, por causa da preparação do estádio para ser uma das sedes da Copa América. Na semana passada foi plantada a grama de inverno e o Comitê Organizador da competição acredita que serão necessários pelo menos 20 dias para que o gramado possa ser liberado. No dia do encontro da Raposa com a Chape este prazo não terá sido cumprido. 

Assim, como no jogo da festa pelo bicampeonato em sequência, no ano passado, Cruzeiro e Chapecoense devem jogar no Independência.

Plantar o gramado de inverno é praxe, já que o procedimento é realizado para preservar o “tapete verde” do estádio pela condição climática dessa época do ano, que contempla temperaturas mais baixas.

Para plantar a ryegrass (grama de inverno) há um trabalho dividido em três etapas e que demanda um tempo de indisponibilidade do gramado. Primeiro é feito o corte vertical, que retira o excesso de material acumulado no campo de jogo. Depois, um corte mais rente ao solo, deixando o gramado uniforme. Na última etapa é aplicada a semente de inverno com uma semeadeira, em diferentes sentidos, para que se tenha uma boa cobertura e a homogeneização do plantio.

Como o Mineirão é uma das sedes da Copa América 2019 e o gramado precisa estar impecável para o torneio, será preciso pausar o calendário de jogos nacionais para realizar o tratamento da grama.

Não há impedimento de uso do Mineirão pelo Cruzeiro no período anterior à Copa América, mas esta partida contra a Chapecoense pode ter o local alterado, e se isso acontecer será feito pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), para que o gramado tenha o tempo suficiente para o processo de plantio da grama de inverno.

As partidas contra o Fluminense, pela Copa do Brasil, e Corinthians, pelo Brasileirão, ambas em junho, seguem confirmadas para o Gigante da Pampulha, pois serão no início de junho e até lá o gramado estará em totais condições de receber os dois jogos.

Se a mudança de local do jogo contra a Chapecoense tiver de acontecer, a CBF deve entrar em contato com o Cruzeiro nesta segunda-feira (20), pois a entidade é a responsável pela organização da Copa América juntamente com a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

Leia mais:

Cruzeiro 2019 iguala 2009 e tem o pior início fora de casa na Era Pontos Corridos

Pela segunda vez, Cruzeiro de Mano Menezes sofre quatro gols em um só jogo