O Vissel Kobe anunciou nesta quinta-feira a contratação do atacante alemão Lukas Podolski. O time japonês não revelou os detalhes da transação financeira para tirar o jogador do Galatasaray, da Turquia, apenas explicando que ele vai assinar um acordo por vários anos, sem detalhar o tempo do vínculo.

"Nós temos grandes expectativas de que Podolski poderá ajudar o Vissel Kobe a vencer o campeonato", disse, através de um comunicado oficial, Hiroshi Mikitani, o presidente do time japonês.

O próprio Podolski, de 31 anos, explicou que vai se apresentar ao Vissel Kobe após o término da atual temporada do futebol europeu. "Posso confirmar que no final desta temporada vou me juntar ao Vissel Kobe, do Japão", escreveu o alemão no seu perfil na rede social Instagram.

"Não é uma decisão contra o Galatasaray, é uma decisão que tomei para um novo desafio, e vou explicar mais quando chegar a hora certa. Mas neste momento o meu único foco é ajudar o Galatasaray e os nossos fantásticos torcedores", acrescentou Podolski, que, além do time turco, também já passou por Colônia, Bayern de Munique, Arsenal e Inter de Milão.

Podolski foi convocado para defender a seleção da Alemanha nas últimas três edições da Copa do Mundo, sendo campeão em 2014, no Brasil. Além disso, marcou 48 gols pela equipe em 129 partidas disputadas. Ele também participou da Eurocopa de 2008, 2012, e 2016, sendo que após esta última anunciou a sua aposentadoria da seleção - fará seu jogo de despedida no dia 22, em amistoso contra a Inglaterra, em Dortmund.

O alemão é a maior contratação do futebol japonês desde que o atacante uruguaio Diego Forlán chegou ao Cerezo Osaka, time que defendeu em 2014 e 2015. No Vissel Kobe, Podolski será comandado pelo técnico Nelsinho Baptista. Além disso, ele terá a companhia dos brasileiros Nilton, Wescley, recém-contratado do Atlético Mineiro, e do pouco conhecido atacante Leandro, que se transferiu para o futebol asiático há 12 anos.