Um dos fatores que contribuem diretamente para a sequência de oito jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro da Série B, é o baixo rendimento do setor ofensivo do time.

Nas últimos seis partidas, a Raposa passou em branco em cinco. A exceção foi no empate em 3 a 3 com o Botafogo, no dia 10 de julho, pela 11ª rodada da competição.

Já nas derrotas para CSA, Avaí e Remo, além dos empates com Brasil de Pelotas, Coritiba e Vila Nova, o time celeste não conseguiu balançar as redes do adversário.

Diante do Vila, inclusive, a equipe comandada pelo técnico Mozart abusou de desperdiçar chances de gol, e não conseguiu tirar o zero do placar, neste sábado (24), no estádio OBA, pela 14ª rodada do Brasileiro.

Com o resultado, o Cruzeiro permaneceu na zona de rebaixamento, agora na 18ª colocação, com apenas dez pontos.

Perda do artilheiro

Antes do começo da 14ª rodada, o Cruzeiro tinha o quarto melhor ataque da disputa, ao lado do Botafogo, com 16 gols.

Entretanto, a equipe estrelada perdeu seu artilheiro na temporada e na Série B, durante a semana. Autor de sete gols neste ciclo, sendo quatro pelo Brasileiro, o volante Matheus Barbosa está acertando a ida para o Atlético-GO.

Na Segundona, os azuis viram Marcelo Moreno e Felipe Augusto marcarem duas vezes cada, além de Bruno José, Guilherme Bissoli, Léo Santos, Marcinho, Airton – outro que ja deixou o clube- e Ramon, balançarem as redes em uma oportunidade.

Os azuis também contaram com gols contra nos confrontos com Guarani e Botafogo.

O jejum de gols pesa ainda mais, já que a Raposa tem a pior defesa da competição, sendo vazada 23 vezes até o momento.

Leia mais

Cruzeiro desperdiça chances, empata com o Vila Nova e segue na zona de rebaixamento da Série B