Mais de 20 anos dedicados ao pugilismo e quatro títulos mundiais. É com essa bagagem que Acelino Popó Freitas volta oficialmente aos ringues neste sábado (15), por volta das 23 horas, em Santos. Aos 39 anos, enfrenta o argentino Mateo ‘El Chino’ Veron, de 26, em combate válido pela categoria médio-júnior (até 69,9 kg).

Acelino Freitas não participa de uma luta oficial desde 2012. São 41 na carreira, sendo 39 vitórias (33 por nocaute) e duas derrotas (para Diego Corrales, em 2004, e Juan Díaz, em 2007, ambas por desistência).

Logo após a pesagem para a luta, nesta sexta-feira, Popó usou as redes sociais para deixar um recado a ‘El Chino’. "Já estou no peso. Mais uma etapa vencida. Agora é garantir ainda mais energia para nocautear amanhã (hoje). O argentino vai cair", disse Popó.

O pugilista brasileiro ganhou o apoio de Neymar, que mandou sua mensagem pelo Facebook. "Força Popó. Dia 15/08 (hoje) eu e o Brasil inteiro estaremos com você", escreveu o jogador do Barcelona.

No começo do mês, Popó fez luvas (simulação de luta) na academia Memorial, em Santos. No treino, ele enfrentou oito rounds de três minutos, quatro contra o sobrinho Vitor e mais quatro contra Paulo Soares. Alguns dias depois, enfrentou mais dez rounds.

LUTAS

O evento será realizado na Arena Santos, com capacidade para 5 mil pessoas, e começa às 19h30. Estão previstos sete combates antes de Popó subir ao ringue, com destaque para a luta entre Vitor Freitas - sobrinho de Acelino Freitas - e Sydney Siqueira, valendo o título brasileiro na categoria 61 kg. As atenções também estão voltadas para o santista Felipe Moledas contra Edilson Pânico.