mineirão

A situação do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro, de luta incansável contra o rebaixamento, faz com que os órgãos de segurança de Minas Gerais tratem o jogo entre a Raposa e o Palmeiras de forma diferencidada. Tanto é que a Polícia Militar sugeriu que a partida, em vez de disputada no Mineirão, pudesse ser realizada no Independência.

O pedido da PM se dá pela quantidade de eventos que serão realizados nas imediações do Gigante da Pampulha no mesmo dia da partida entre Cruzeiro e Palmeiras, marcada para este domingo, às 16h, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, e considerada de "elevado risco" por brigas recentes envolvendo torcidas organizadas do time celeste.

"Diante do cenário exposto acima, somado ao risco da atuação de maus torcedores, que estão inconformados com a atuação situação do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro e podem utilizar como arma as estruturas que não foram desmontadas, foi recomendado aos representantes do Cruzeiro a mudança do local de realização da partida, transferindo-a para o estádio Independência, o que não foi acatado até o presente momento", diz parte do texto da ata de realização do duelo com o Palmeiras. 

Por causa dessas estruturas a PM recomenda ainda que o Cruzeiro faça uma varredura geral nas áreas externas para retirar qualquer material que possa eventualmente ser utilizado em brigas de torcidas.

O tópico 20 da recomendações no plano de ação do jogo diz o seguinte: "A Polícia Militar recomenda que o Cruzeiro providencie uma vistoria na parte externa do estádio, visando identificar resto de estruturas que possam ser utilizadas em brigas entre as torcidas".

No mesmo dia em que acontecerá o jogo da Raposa com o Verdão, que tem expectativa de público de 30 mil torcedores, a região da Pampulha receberá outros eventos, como a Volta Internacional da Pampulha, com expectativa de público em torno de 22 mil pessoas, uma festa de música eletrônica em um espaço dentro do próprio Mineirão, com expectativa de público de mil pessoas, a Feira de Artesanato do Mineirinho (público de 5 mil pessoas), e a Feira de veículos do Mineirão (mil pessoas em média).

fmf, plano de ação, cruzeiro x palmeiras, policia militar

Mineirão

De acordo com o Mineirão, o evento que será realizado dentro do complexo da arena esportiva (festa de música eletrônica) acontecerá no estacionamento G1 com previsão de término às 8h da manhã. e todas as estruturas serão desmontadas até 11h, antes da abertura dos portões para o jogo entre Cruzeiro e Palmeiras.

Ademais, a administração do Gigante da Pampulha justifica que a feira de veículos que acontece no estádio também termina antes da abertura dos portões e não tem estruturas montadas. 

Volta da Pampulha

A organização da Volta da Pampulha disse ao HD que houve mudanças estratégicas no evento para atender as demandas da segurança. Normalmente a corrida começa, segundo os organizadores, às 8h, mas em 2019 terá início 7h e término previsto para 9h30. 

Foi solicitado também que não haja tendas de equipes esportivas de corrida nas imediações para minimizar também o uso de estruturas. 

Os organizadores prometeram ainda cumprir todos os requisitos já combinados em relação à desmontagem das estruturas do evento. E esse serviço será concluído bem antes das aberturas dos portões para o jogo entre Cruzeiro e Palmeiras, garantiram os organizadores da Volta da Pampulha em contato com o Hoje em Dia. 

Cruzeiro

Em contato com o HD, o Cruzeiro afirma que tem tomado todas as medidas que considera importantes e relevantes para a manutenção da segurança, dentro e fora do estádio. 

À reportagem, o diretor de comunicação Valdir Barbosa ressalta, principalmente, que o pedido por torcida única se dá pela preocupação em relação aos últimos episódios ocorridos no próprio estádio. E também ao histórico de rivalidade entre organizadas ligadas aos Cruzeiro e Palmeiras.

Legislação

Apesar da recomendação da PM, para que haja alteração do palco de uma partida do Campeonato Brasileiro é preciso cumprir prazos determinados por legislação vigente. Como o Estatuto do Torcedor, por exemplo, que exige que qualquer mudança de praça ocorra até 72 horas antes do início da partida. 

Torcida única

O Cruzeiro solicitou à Federação Mineira de Futebol (FMF), que encaminhou o pedido à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que o jogo com o Palmeiras seja realizado com torcida única. A diretoria celeste alegou questão de segurança semelhantes ao que pediu o próprio clube paulista, quando foi atendido e jogou apenas com sua torcida contra o Flamengo.