A Superliga Feminina de Vôlei chega à sexta rodada com todas as equipes em quadra. As mineiras do Dentil/Praia Clube e do Camponesa/Minas voltam à disputa após o disputado clássico da última sexta-feira, que terminou com vitória por 3 sets a 2 e invencibilidade mantida pelo time uberlandense.

Vice-líder com 14 pontos, o Praia vai São Paulo para enfrentar o Sesi, às 20h, na Vila Leopoldina. A equipe tem em seu elenco duas velhas conhecidas das adversárias: a levantadora Claudinha e a ponteira Pri Daroit. Comandadas pelo técnico Talmo de Oliveira na última edição, elas vêm demonstrando um bom trabalho na equipe mineira.

Já o Minas vai ao interior paulista enfrentar o Renata Valinhos/Country, às 19h30, buscando a reabilitação na competição.

A equipe de Belo Horizonte ocupa atualmente a sexta posição na tabela de classificação, com oito pontos e três vitórias em cinco partidas disputadas. Já o time paulista somou apenas três pontos e é o penúltimo colocado na Superliga.

Para a levantadora Naiane, o Minas precisa entrar em quadra mais concentrado e manter a regularidade durante todo o jogo. “Temos de entrar em quadra mais concentradas. Com certeza, o nosso objetivo é manter a regularidade, que fez muita falta no jogo passado. Não podemos iniciar bem a partida e nos desligar na parte final. Infelizmente não soubemos aproveitar as boas oportunidades que tivemos no jogo contra o Praia e isso nos prejudicou no fim”, analisa a jogadora.

“O time de Valinhos é novo na competição, tem boas jogadoras e ganhou o último jogo. Com certeza elas irão para a partida embaladas, mas temos que nos recuperar da derrota em Uberlândia”, completa a capitã minas-tenista, Carol Gattaz.