A possível saída de Jorge Jesus do Flamengo acaba respingando na Cidade do Galo. Nos bastidores, o nome do técnico Jorge Sampaoli surge como um dos possíveis alvos do rubro-negro carioca para substituir o português que ostenta mais de 80% de aproveitamento e cinco títulos conquistados em 13 meses.
Contudo, para o presidente Sérgio Sette Câmara, é improvável que o argentino, contratado pouco antes da pandemia do novo coronavírus, aceite um convite.

"Acredito que o Sampaoli está feliz aqui. Temos entregue a ele aquilo que foi acertado. Ele está recebendo aquilo que foi combinado. Sobre os jogadores, estamos fazendo ajustes devido à pandemia. Estamos fazendo boas contratações. Ele está adaptado a Belo Horizonte e gosta de trabalhar aqui", disse o mandatário durante entrevista ao Alterosa Esporte.

"Jogo também uma dúvida no ar: o treinador que vier a assumir o Flamengo, caso saia o Jesus, vai assumir uma equipe que ganhou praticamente  tudo. Por mais que tenha mérito, será visto como sequência do trabalho do Jesus. Por outro lado, se não tiver o mesmo desempenho, quem assumir será muito criticado. Então não sei se este cargo é tão bom assim (risos)", acrescentou.

Confiante na parceira Atlético/Sampaoli e na grandeza do projeto apresentado pelo clube ao treinador, Câmara finaliza: 

"Existe uma multa de 2,5 milhões de Euros (pouco mais de R$ 15 milhões). Ficaria muito decepcionado se ele saísse do Atlético diante de tudo que está sendo feito neste nosso processo. Seria uma surpresa muito grande e não acredito que isso venha acontecer".