Expectativa positiva, mas com os pés no chão e apto a mudar cronogramas caso haja necessidade. É desta forma que o presidente da Federação Mineira de Futebol, Adriano Aro Ferreira, resume o papel e o anseio da FMF na retomada de jogos do Estadual, prevista para o próximo fim de semana.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, neste domingo (19), ele destacou que serão tomadas todas as medidas para a realização das partidas, amparado por órgãos de segurança e ciente de que os duelos não contarão com torcedores, em função do novo coronavírus.

“Eu acredito que nós trilhamos um caminho que era necessário. O futebol está previsto para domingo (26), e tudo indica que vai começar. Nosso Norte e nossa segurança são o aval das autoridades sanitárias. Estamos no caminho correto, buscando segurança a todos os envolvidos. Mas, claro, é tudo imprevisível. Podemos ter, a qualquer momento, um novo surto que nos faça adiar novamente o futebol. Temos que estar sempre atentos aos órgãos de saúde, que vão nos orientar”, afirmou.

Aro Ferreira ressaltou ainda que, “desde um primeiro momento, a FMF vem se pautando pelos órgãos de saúde”. “Primeiramente, houve uma rodada (a nona) com jogos de portões fechados e, depois, o adiamento de partidas”, frisou. 

“Nosso sonho é retomar o futebol por inteiro, mas sabemos das limitações neste momento. Temos conversado com a Secretaria de Saúde (estadual) e as secretarias municipais. Precisamos ter lucidez e prudência, coisas que não podem nos faltar”, completou.

Além disso, enfatizou que haverá limitações de espaço entre os vários profissionais envolvidos numa partida. “Voltaremos no dia 26 com protocolo bem rígido, de isolar os jogadores dentro das quatro linhas das demais pessoas, incluindo delegado do jogo e gandulas. Na ‘zona 1’, teremos os profissionais de dentro de jogo, e na ‘zona 2’, os demais profissionais, como, por exemplo, a imprensa”, disse.