O presidente Daniel Nepomuceno confirmou Marcelo Oliveira como novo treinador do Atlético. Sem clube há 40 dias, o técnico assina contrato até o fim de 2017 e já segue com a delegação alvinegra para Curitiba, onde o time mineiro enfrenta o Atlético-PR pela segunda rodada do Brasileirão, neste domingo (15), às 11h, na Arena da Baixada.

 

Em sua comissão técnica, Marcelo vai reeditar a dupla de sucesso com o auxiliar Tico, parceiro do treinador desde a época em que os dois trabalharam nas categorias de base do Galo, e com quem conquistou uma Copa do Brasil (Palmeiras 2015) dois Campeonatos Brasileiros (Cruzeiro 2013/14).

 

Marcelo tem forte ligação com o Atlético, onde atuou como jogador nas décadas de 1970 e 1980. Em 2003, iniciou também no Galo a trajetória como treinador ao assumir o comando da equipe de juniores. Durante a passagem pela base, também atuou por diversas vezes como técnico interino da equipe principal, antes de ser efetivado em duas ocasiões (2003 e 2008). Ao todo, foram seis passagens à frente do time profissional, sendo a última entre agosto e dezembro de 2008.

 

O treinador teve boa passagem pelo Coritiba, clube pelo qual foi duas vezes vice-campeão da Copa do Brasil, e principalmente pelo Cruzeiro, no qual conquistou o bicampeonato nacional. Após deixar a Raposa, Marcelo dirigiu o Palmeiras, onde foi bastante contestado, apesar de ter faturado o segundo título mais importante do país. Ele foi demitido ainda na fase de grupos da Copa Libertadores, devido aos maus resultados no torneio continental e no Campeonato Paulista.

 

Leia mais
Recusa ao Cruzeiro e tentativa de volta por cima: Marcelo Oliveira é a aposta da diretoria do Atlético
Em negociação, técnico Marcelo Oliveira é o preferido dos atleticanos para vaga de Aguirre
Diego Aguirre deixa o Atlético após eliminação do clube na Copa Libertadores
 

Cristiano Martins e Alexandre Simões comentam desfios de Marcelo Oliveira: