O presidente do Cruzeiro Sérgio Santos Rodrigues ficou chateado com a eliminação do Cruzeiro na Copa do Brasil, mas foi aos microfones reclamar do tratamento recebido pelos mineiros em Alagoas, no duelo contra o CRB pela terceira fase da Copa do Brasil.

De acordo com o mandatário da Raposa, ofensas, luzes apagadas, campo molhado apenas de um lado e outras ocorrências foram relatadas à CBF e, posteriormete, chegarãoao STJD. Além disso, o presidente lamentou a ausência de peças importantes.

"Não poderia me furtar de aparecer aqui após este resultado. Pegamos o clube com uma adversa muito complicada dentro de campo. Assim como no Mineiro, herdamos isso. Hoje, tivemos nove jogadores titulares, ou que entram com frequência, não puderam jogar. Prova disso é que o Airton veio ontem de BH, dormiu pouco e jogou. Sábado, contra o América, isso não acontecerá. É o campeonato que temos como prioridade", iniciou o discuros Rodrigues.

Leia mais:
Cruzeiro empata com o CRB, está fora da Copa do Brasil e acumula maior jejum sem vitória no torneio
Cabral diz que jogo em BH definiu eliminação do Cruzeiro na Copa do Brasil e parabeniza mais jovens
 

"Quero registrar protesto contra o que aconteceu aqui hoje, assim como aconteceu contra a Caldense. Nosso diretor de esporte foi protestar à CBF tudo o que vimos aqui. Um pênalti não marcado, no intervalo, o time adversário veio treinador do nosso lado, para molhar o nosso campo de defesa. Não esperamos o pior acontecer para reclamar. Também foi relatado que as luzes do vestiário estavam apagadas e os atletas tiveram que usar luzes de celulares para se locomover", acusou o presidente do Cruzeiro.

Ainda de acordo com Sérgio Santos, foi enviada mensagem de Whatsapp para membros da CBF, que serão reenviadas em formato de ofício. Para ele, fatos assim que atrasam e muito o desenvolvimento do futebol no Brasil. 

"Mandamos fotos de pessoas torcendo como torcedores, gritando e hostilizando diretor e jogadores nossos. Ao fim do jogo, a diretoria tentou passar para o vestiário e havia uma porta com corrente. Não sou de reclamar quando perdemos e até dou os parabéns aos adversários; mas aconteceu um absurdo aqui hoje", finalizou.