A volta do Campeonato Mineiro e as medidas sanitárias para garantir sua realização foram tratadas na entrevista coletiva desta quarta-feira do secretário de estado da Saúde, Carlos Roberto Amaral. Respondendo pergunta feita pela Rede Globo, ele esclareceu a retomada da competição, dia 26, terá de se dar respeitando um protocolo que a SES desenvolve para a realização de eventos esportivos. Ele negou que o órgão tenha analisado e validado a programação prevista pela Federação Mineira de Futebol.

"Nós não avaliamos protocolos externos, somos uma equipe que elabora protocolos e sinaliza à sociedade qual é o caminho que ela deve seguir. Estamos desenvolvendo um protocolo específico para as competições esportivas e entendemos que, segundo as recomendações, qualquer competição terá uma segurança maior".

Sobre possíveis impedimentos nos municípios envolvidos (BH, Nova Lima, Patrocínio, Uberlândia, Juiz de Fora, Patos de Minas, Tombos, Poços de Caldas e Varginha), o secretário esclareceu que cada cidade deverá, com base na sua realidade, alinhar com a FMF as condições de realização (ou não) das partidas. "O município que receber a competição terá de autorizá-la, e o Estado não pretende intervir nisso. O que fizemos foi dar a sinalização por meio do protocolo a ser adotado".