Sem vencer desde 6 de setembro, quando fez 2 a 1 no Vasco, no Independência, no encerramento da 23ª rodada, o América recebe o já rebaixado e lanterna Paraná Clube, neste sábado (10), às 17h, no Independência, decidindo se seguirá lutando para permanecer na Série A do Brasileirão ou se vai acompanhar o tricolor paranaense.

Isso porque após o confronto deste sábado, o time de Adilson Batista tem pela frente uma dura sequência de três partidas contra Internacional, no Beira-Rio, Santos, no Independência, e Palmeiras, no Allianz Parque.

Após esta complicada trinca, o Coelho encerra sua participação no Brasileirão recebendo o Bahia, no Horto, na penúltima rodada, e encarando o Fluminense, como visitante, mas sem lugar ainda definida, em 2 de dezembro.

Portanto, para o América o jogo deste sábado contra o Paraná é uma decisão. E a tendência é que o técnico Adilson Batista abandone as escalações sem atacante e coloque logo de cara três nas sua equipe, formando o setor ofensivo com Matheusinho, Rafael Moura e Robinho.Outra mudança é a volta de Leandro Donizete ao time titular na vaga do garoto Zé Ricardo, cria da base e que foi muito mal no clássico do último domingo (4), quando o América foi derrotado por 2 a 1 pelo Cruzeiro, no Independência.

JEJUM

Sem vencer há 18 rodadas, se não sair do Horto com os três pontos na noite deste sábado, o Paraná irá completar um turno inteiro sem ganhar um jogo. O segundo maior jejum de vitórias neste Brasileirão no momento é exatamente do América, que nas últimas nove rodadas conseguiu no máximo empatar.

Este histórico tão ruim foi determinante para que o time de Adilson Batista voltasse à zona de rebaixamento na última rodada. Agora, para deixar o Z-4, o América, que é 18º colocado, além de vencer o Paraná precisa contar pelo menos com um empate do Vitória no clássico contra o Bahia, neste domingo, às 17h, no Barradão, e de uma derrota do Sport para o Fluminense, no mesmo dia, no Maracanã, mas às 19h.

A FICHA DO JOGO

AMÉRICA
João Ricardo; Norberto, Messias, Matheus Ferraz e Carlinhos; Donizete (Zé Ricardo), Juninho, Ruy (Magrão) e Matheusinho; Luan (Robinho) e Rafael Moura. Técnico: Adilson Batista
PARANÁ
Richard; Wesley Dias, Jesiel, René Santos e Mansur; Leandro Vilela, Jhonny Lucas e Alex Santana, Juninho, Andrey e Rafael Grampola.
Técnico: Dado Cavalcanti
DATA: 10 de novembro de 2018
LOCAL: Independência
MOTIVO: 33ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro
HORÁRIO: 17h
ARBITRAGEM: Wagner Reway (MT), auxiliado por Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Eduardo Goncalves da Cruz (MT)
TRANSMISSÃO: Premiere