Provável casa do Cruzeiro nas próximas partidas da Série B do Campeonato Brasileiro, Sete Lagoas, na região Central de Minas, por meio da Prefeitura Municipal, vetou a presença de gestantes e menores de idade na Arena do Jacaré, principal estádio da cidade.

A determinação está expressa no Diário Oficial do Município (DOM), publicado na última quinta-feira (26), que estipulou as diretrizes para o retorno da torcida aos jogos.

De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Sete Lagoas, a decisão segue o que está previsto no Protocolo de Retorno do Público aos Estádios, elaborado pela Federação Mineira de Futebol (FMF), em julho, que estipulou ações para tentar minimizar o contágio da Covid-19 nos eventos realizados nas praças de futebol. 

Vale lembrar que, quando permitiu a volta das torcida aos estádios, a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) apenas recomendou o não comparecimento de gestantes ao palco dos confrontos e não fez qualquer menção ao veto a menores de idade. 

No documento chancelado pelo Executivo de Sete Lagoas, que também prevê a presença de 30% da capacidade na arena, há a seguinte disposição: "é vedada a presença, na torcida, de gestantes e de pessoas menores de 18 (dezoito) anos". 

Trecho do DOM de Sete Lagoas, de 26/08/2021

A Arena do Jacaré está perto de ser confirmada pela Raposa como sede dos próximos jogos do time celeste no Brasileiro, como alternativa à proibição da presença de público nos estádios de Belo Horizonte. 

O Cruzeiro foi procurado pelo Hoje em Dia para comentar a situação, mas ainda não respondeu ao contato.

Em Belo Horizonte, os duelos Atlético x River Plate e Cruzeiro x Confiança foram marcados por episódios de aglomerações dentro e fora do Mineirão, o que levou a PBH a proibir novamente a presença de público nos estádios da capital.

Histórico

O Cruzeiro reencontrou seu torcedor na última sexta (20), na vitória por 1 a 0 sobre o Confiança, no Mineirão, pela 20ª rodada da Série B.

De acordo com o boletim financeiro da partida, disponibilizado no site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), 4.730 pessoas compareceram ao Gigante da Pampulha, sendo 4.324 pagantes.

Entretanto, assim como ocorreu dois dias antes, no duelo entre Atlético e River Plate, da Argentina, pela Libertadores, houve vários registros de descumprimento dos protocolos sanitários implantados pelas autoridades.

Desde a nova proibição de torcedores no estádio em BH, a diretoria da Raposa vem se mobilizando para buscar alternativas afim de continuar atuando junto à sua torcida. Neste momento, a Arena do Jacaré aparece como principal candidata a ser a nova casa da equipe celeste.

O próximo jogo do Cruzeiro como mandante será no dia 11 de setembro, um sábado, às 11h, contra a Ponte Preta, pela 23ª rodada da Segundona. 

Leia Mais:
Brock exalta 'paz para jogar futebol' e diz que a Raposa vai mostrar que 'está de volta' ante o CRB
Adversários neste domingo, Cruzeiro e CRB são os times há mais tempo sem perder na Série B
Com ausência de Marcelo Moreno, jovem Thiago pode ganhar nova chance como titular após 250 dias