Como de costume, o Quênia dominou a Maratona Internacional de São Paulo, realizada neste domingo (19) nas ruas da capital paulista. Tanto no masculino quanto no feminino, o país africano ocupou o lugar mais alto do pódio. Entre os homens, Paul Kangogo foi o vencedor com o tempo de 2h14min18s. Já entre as mulheres, a conquista ficou com Rumokol Chepkanan, com 2h42min29.

Ao contrário do que aconteceu no ano passado, no entanto, um representante brasileiro conseguiu ficar entre os três primeiros colocados da prova. Na prova masculina, Edmilson Santana foi o "intruso" entre os africanos e acabou na terceira posição.

De resto, só deu mesmo quenianos entre os primeiros. Na prova feminina, Rumokol Chepkanan mais uma vez foi o destaque e faturou seu segundo título - o primeiro foi em 2012. Ela também tem dois vices, em 2011 e 2013. Na segunda posição, outra queniana, Jane Seurey, e em terceiro Fridah Lodepa, também do país.

Já na prova masculina, Paul Kangogo ficou com o primeiro lugar ao dominar a reta final da prova. Na segunda colocação, apareceu mais um queniano, Daniel Limo, que completou o percurso em 2h14min37s. Único brasileiro entre os primeiros, Edmilson Santana terminou com a marca de 2h20min20s.