Se o Campeonato Mineiro começasse hoje, quatro clubes do interior não teriam seus estádios com as dimensões do gramado dentro do chamado “padrão Fifa” (105m x 68m): Boa, Villa Nova, Democrata- GV e Caldense.

Esta padronização foi determinada durante a reunião arbitral, realizada na última segunda-feira na sede da Federação Mineira de Futebol (FMF).

Em Varginha, o campo do estádio Dilzon Melo, conhecido como Melão, onde o Boa manda seus jogos, tem 100m x 66m e precisará se adequar.

A reportagem do Hoje em Dia tentou, na terça-feira (28) contato com Rone Morais, presidente do time de Varginha, mas ele não estava disponível para dar entrevista.

Em Nova Lima, Aécio Prates, presidente do Villa Nova, garantiu que as dimensões do gramado do Castor Cifuentes, conhecido como alçapão do Bonfim, estarão dentro do “padrão Fifa” até o início do Mineiro. Além das disso, Prates afirma que grama será trocada pela mesma utilizada nas arenas da Copa do Mundo.

Em Governador Valadares, a situação do estádio José Mammoud Abbas é simples de ser resolvida. É o que afirma o presidente do Democrata, Edvaldo Soares. “No próximo fim de semana, a situação estará resolvida. Precisamos apenas diminuir as marcações laterais em 1,50 metro, cada”, diz o dirigente.

Com 110m x 75m, o estádio Dr Ronaldo Junqueira, o Ronaldão, em Poços de Caldas, é o que precisará passar pela maior diminuição das dimensões. Apesar disso, Franco Martins, vice-presidente da Caldense, afirma que o trabalho será rápido.

“Como temos espaço a mais, temos apenas que repintar as marcações. Antes do dia 20 de janeiro, prazo estabelecido pela Federação, com certeza já teremos tudo pronto” garantiu.

 

campeonato mineiro