Em setembro de 1968, Belmiro, o Bel, chegou ao Atlético para fazer história na comissão técnica alvinegra e ver a história do clube acontecer. Cinquenta anos após sua primeira conquista do Brasileirão, o massagista, de 70 anos, volta a celebrar um título da Série A com o clube.

Trajando uma camisa com a inscrição “bica, bicampeão brasileiro 2021”, Bel festejava ao lado de membros do elenco, da diretoria e da comissão do Atlético.

E também se divertia ao lado do ‘xará’ Bell Marques, cantor de axé que animou a Praça Sete durante as comemorações com a Massa.

O êxtase de um personagem importantíssimo na história do Atlético e, literalmente, um bicampeão brasileiro.

Atlético

Leia mais:

Relembre dez jogos marcantes do Atlético na campanha do título do Brasileirão
‘Era mais importante ganhar o Brasileiro que a Libertadores’, diz Cuca
Dos xingamentos de Diniz ao título do Brasileiro: a volta por cima de Tchê Tchê