A polêmica envolvendo a publicação de um vídeo nas redes sociais por parte do lateral-direito Guga, em que ele aparece comemorando o título da Libertadores do Flamengo, no último sábado (23), dentro da Cidade do Galo, segue repercutindo no Atlético.

Após a derrota por 1 a 0 para o Athletico-PR, neste  domingo (24), no Mineirão, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, o capitão Réver, que desfalcou o time por suspensão, comentou sobre a situação e criticou a atitude do lateral.

"Tudo depende de uma boa conversa. Quem sou eu para tentar julgar alguém por uma atitude. A gente fica chateado até mesmo pelo atleta ter sido afastado, mas tem que repensar muito. Até porque, tem coisas que você pode evitar. Talvez ele tenha um carinho pelo clube, mas ele precisa ser profissional. Hoje ele está defendendo as cores do Atlético, tem uma torcida por trás disso. O torcedor certamente ficou bem chateado, então é pensar muito bem antes de ter uma atitude em qualquer situação", completou o zagueiro, que não estava concentrado com a equipe no momento do episódio.

Réver Atlético

Mesmo afirmando que o grupo de jogadores não iria se opor a reintegração do jogador, evitando aumentar a polêmica em torno da situação, o capitão alvinegro manteve o tom incisivo nas críticas a Guga.  

"A diretoria deve chamá-lo para conversar. Nem sei se isso já foi feito na concentração. Fui pego totalmente de surpresa. Se tiver a oportunidade, vou procurar conversar com ele, até porque é um menino, muito novo, tem muita coisa pela frente, e isso servirá de aprendizado. Eu acho que, primeiramente, é pensar no clube que ele defende, não agir por impulso. Tem coisas que você não precisa colocar em redes sociais. Talvez se tivesse conversado com os pais, com os amigos dele, ninguém ficaria sabendo. Agora, publicar esse tipo de coisa dever ser repensado", afirmou.

Após ser afastado do duelo com o Furacão, Guga deverá se reapresentar com o restante do elenco, na tarde desta segunda-feira (25). A expectativa fica pelo posicionamento da diretoria do Atlético, que prometeu se manifestar sobre o caso no início desta semana.

Com 41 pontos, na 13ª posição, o Galo volta a campo na próxima quarta-feira (27), para enfrentar o Bahia, às 21h, no estádio da Fonte Nova, em Salvador, pela 35ª rodada do Brasileirão.