O goleiro Fábio teve papel decisivo na contratação do volante Rômulo pelo Cruzeiro. A revelação foi feita pelo próprio jogador, em sua entrevista de apresentação, na Toca da Raposa II, nesta segunda-feira (29).

Os atletas trabalharam juntos na primeira passagem de Rômulo pelo time celeste, entre o segundo semestre de 2010 e o primeiro de 2011.

Na ocasião, ambos fizeram parte da campanha do vice-campeonato brasileiro de 2010, e do título do Campeonato Mineiro. Então lateral-direito, Rômulo disputou 19 jogos e marcou um gol no período.

“Foi bem fácil a situação de voltar. Foi uma conversa entre amigos. Eu e Fábio tivemos uma conversa, ele explicou a situação do clube, eu me coloquei disponível para voltar, fazer parte da reestruturação do Cruzeiro. Fábio entrou em contato com o pessoal do clube, eles entraram em contato comigo e foi uma conversa bem franca”, disse o jogador.

Aos 33 anos, o ítalo-brasileiro acertou um contrato por três temporadas com o clube estrelado.

Desafio

Após deixar a Raposa, Rômulo teve rápida passagem pelo Athletico-PR, antes de iniciar uma longa carreira na Itália.

Com passagens por Fiorentina, Hellas Verona, Juventus, Lazio, Genoa e Brescia. O ápice de sua trajetória na Velha Bota ocorreu em 2014, quando as boas atuações pela Juve renderam convocações para a seleção italiana.

De volta ao Brasil, o jogador comentou sobre o que o motivou a aceitar o convite do clube estrelado.

“Quando me apresentaram o projeto, me apresentaram todos os problemas que o Cruzeiro enfrentou nos últimos anos, mas um projeto futuro, um projeto vencedor, onde todos que fazem parte do clube estão imbuídos em reestruturar o Cruzeiro e de fazê-lo voltar ao lugar onde ele sempre deveria estar, que é na elite do futebol, brigando por títulos”, completou Rômulo.

Já incorporado ao elenco e participando normalmente das atividades com o restante dos companheiros, o volante agora aguarda a publicação de seu nome no Boletim Informativo Diário da CBF (BID), para estar apto a reestrear com a camisa celeste.