O técnico da seleção da Croácia, Zlatko Dalic, declarou que o "VAR é bom para o futebol", apesar do recurso ter sido decisivo na derrota de sua equipe por 4 a 2 para a França, neste domingo, pela final da Copa do Mundo.

O árbitro argentino Néstor Pitana marcou um pênalti em toque de mão de Ivan Perisic, após consultar as imagens no VAR. Griezmann converteu a penalidade que recolocou os Bleus em vantagem por 2-1.

"Acho que em uma final de Copa do Mundo não se deve apitar um pênalti assim, mas nunca comento as decisões do árbitro, respeito os árbitros", declaro Dalic, que acrescentou que o "VAR é bom para o futebol" e parabenizou a França pelo "merecido título".

Sobre o jogo, Dalic indicou que "jogamos bem os primeiros 20 minutos, controlamos a partida, mas sofremos um gol contra, nos colocamos no jogo e veio o pênalti".

"Acho que tivemos muita má sorte com o gol contra e o pênalti. Após o quarto gol, pensei que seria muito difícil virar um resultado pela quarta ou quinta vez no torneio, sobretudo pela qualidade do rival", acrescentou em referência às classificações contra Dinamarca, Rússia e Inglaterra após começar perdendo.

Dalic admitiu que parabenizou os jogadores após a partida: "os disse que é possível vencer e perder. O futebol é assim, mas que eles devem manter a cabeça  em pé e ter orgulho pelo torneio realizado".

"Se alguém nos tivesse dito que acabaríamos como vice-campeões antes de começar o torneio, teríamos assinado embaixo", reconheceu.

Dalic considerou que o prêmio de melhor jogador do torneio para Luka Modric foi merecido, porque "fez um campeonato fantástico". 

"Se você acredita em suas possibilidades, trabalha duro, tem bons jogadores e ambição, nunca deixa de acreditar, os sonhos podem se tornar realidade", concluiu o técnico.