Fora de combate desde a partida contra URT, no dia 24 de fevereiro, quando teve uma lesão muscular na coxa direita, o atacante Raniel foi a principal novidade na reapresentação do Cruzeiro, nessa segunda (18), na Toca da Raposa 2.

Acompanhado do fisioterapeuta Charles Costa, o jogador iniciou a fisioterapia em campo. Apesar da evolução, Raniel vai desfalcar o Cruzeiro na partida contra a Caldense, nesta quarta-feira (20), às 21h30, no Mineirão, válida pela última rodada da fase de classificação do Campeonato Mineiro.

A expectativa é de que o atacante volte a ficar à disposição do técnico Mano Menezes a partir da semifinal do torneio, caso a Raposa chegue até lá.

Mudanças à vista

Para o duelo com a Veterana, o comandante celeste vai ser obrigado a mexer na equipe que venceu o Tupi por 3 a 0, no sábado, em Juiz de Fora.

O zagueiro Dedé e o lateral-esquerdo Egídio receberam o terceiro cartão amarelo contra o Galo Carijó, e ficam de fora.

Na ala, Mano adiantou que Dodô de iniciar jogando. Já na zaga, Murilo e Fabrício Bruno são as opções para formar dupla com Léo.

Outro que não vai participar da partida contra a Caldense é o lateral-direito Orejuela.  O reserva de Edilson foi convocado pela seleção colombiana para os amistosos contra Japão e Coréia do Sul.

Além de desfalcar o time nesta quarta, o lateral também não estará a disposição no fim de semana, quando a Raposa jogará pelas quartas de final do estadual, em jogo único, no Mineirão, com adversário a ser definido.

Rafinha

Quem tem a presença incerta no confronto desta quarta é o meia Rafinha. O meia deixou o gramado do estádio Mário Helênio com dores na coxa direita, fez trabalhos internos, e será reavaliado pelo departamento médico para saber se terá condição de jogo. 

Caso seja vetado, Marquinhos Gabriel e David surgem como as principais opções para ganhar uma vaga no time titular.

Com 22 pontos, a Raposa precisa apenas de uma vitória simples contra a Caldense para garantir a segunda posição fase inicial do torneio, e assegurar a vantagem de decidir em casa, em uma eventual semifinal do estadual. 

Em caso de tropeço, a equipe celeste vai depender do resultado do América, que tem um ponto a menos na tabela, e enfrenta o Guarani, no Independência.