O técnico Claudio Ranieri está sendo saudado como um herói nacional na Itália, seja pelo primeiro-ministro Matteo Renzi ou pelo principal jornal esportivo do país, depois de conduzir o Leicester a um altamente improvável título do Campeonato Inglês.

O Leicester se tornou campeão nacional na última segunda-feira (2) sem jogar, graças ao empate do vice-líder Tottenham por 2 a 2 com o Chelsea. O clube estava na segunda divisão nacional há dois anos, quase foi rebaixado na temporada passada, mas agora foi campeão pela primeira vez em 132 anos de história.

Assim, o feito de Ranieri foi muito comemorado na Itália. "Rei Claudio", dizia a manchete na primeira página da Gazzetta dello Sport, nesta terça-feira (3), acima da imagem de uma escultura de Ranieri como o imperador romano Cláudio.

"É a maior conquista da história do futebol inglês, e foi conduzida por um italiano", escreveu Renzi em seu perfil no Twitter. "Há momentos em que contos de fadas simplesmente se tornam realidade", acrescentou o premiê no seu boletim semanal.

"Para aqueles que acompanharam o senhor Ranieri em toda a temporada, dizendo todos os domingos com cada vez menos convicção, 'é impossível', hoje é um dia para os livros de história. ... Muito bem, muito bem feito pelo treinador. Há um pouco de Itália nessa conquista maravilhosa".

 

 

Ranieri, de 64 anos, possui um extenso currículo, mas nunca havia conquistado um título tão importante. Antes de assinar com o Leicester, ele foi demitido da seleção da Grécia após uma derrota em casa para Ilhas Faroe.

Na sua carreira como jogador, o técnico teve uma breve passagem pela Roma antes de atuar por oito pelo modesto Catanzaro. E o prefeito de Catanzaro, Sergio Abramo, anunciou nesta terça-feira (3) que ele receberá o título de cidadão honorário da cidade durante uma cerimônia no próximo mês.

"Parabéns Claudio, rei da Inglaterra, Catanzaro espera por você", disse Abramo, especificando que antigos colegas de equipa de Ranieri vão participar da celebração. "O novo campeão do Campeonato Inglês é um filho adotivo desta cidade".

Como treinador, Ranieri ganhou uma Copa da Itália pela Fiorentina, a segunda divisão francesa pelo Monaco e alguns outros títulos menos importantes. O sucesso recente de Ranieri no exterior se segue ao de outros treinadores italianos, como Fabio Capello, Roberto Mancini, Roberto Di Matteo, Alberto Zaccheroni e Carlo Ancelotti. "Isso mostra o quanto a escola italiana de treinadores vale a pena", disse Massimiliano Allegri, técnico da campeã italiana Juventus.

Ranieri treinou a Juventus por duas temporadas, entre 2007 e 2009, conduzindo o time de volta à elite após ser rebaixado no escândalo de manipulação de resultados conhecido como Calciopoli. "Obrigado treinador, porque você mostrou que nunca se deve deixar de sonhar", escreveu em seu perfil no Twitter o capitão da Juventus, Gianluigi Buffon.

Depois de ser demitido pela Juventus, Ranieri passou uma temporada e meia no comando da Roma. "Parabéns treinador: você realmente fez um grande trabalho e você merece toda esta atenção", escreveu o capitão da Roma, Francesco Totti, em seu blog.

Leia mais:

Descobridor de Mahrez vibra com título inglês do Leicester: 'É uma bela história'
Chelsea arranca empate com o Tottenham, e azarão Leicester é campeão inglês
Vardy é eleito o melhor jogador do Campeonato Inglês pelos jornalistas
O melhor time de todos os tempos da última temporada: Leicester busca título histórico na Inglaterra
Infantino comemora "conta de fadas" que vive o Leicester