a

Como está o Atlético de hoje em relação àquele time que bateu o Fluminense por 2 a 1 no Independência? Exatamente um turno depois, é evidente que a fase do vivida pelo Galo atualmente é bem mais complicada do que naquele momento, em que a equipe, ainda comandada por Rodrigo Santana, brigava pelo G-4 do Brasileirão.

Ao vencer o Tricolor das Laranjeiras na 14ª rodada do campeonato, o Atlético se afirmava entre as quatro melhores equipes da competição e somava 27 pontos. Bem diferente da situação de hoje. Uma vitória diante do Fluminense pode significar apenas o distanciamento definitivo da zona de rebaixamento do Brasileirão.

A diferença entre aquele Atlético e o atual não se resume apenas à tabela de classificação. Os titulares da partida disputada no dia 10 de agosto são bem diferentes daqueles que provavelmente serão escolhidos por Vagner Mancini para iniciar o jogo deste sábado (16), no Maracanã.

Apesar da linha defensiva provavelmente ser a mesma – Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos –, do meio para a frente, apenas Cazares deverá ser titular novamente contra o Fluminense. Nas outras cinco posições, haverá mudança em relação ao duelo do primeiro turno.

Alguns casos são significativos para mostrar a irregularidade da temporada atleticana. Vistos como "cartas fora do baralho", Luan e Zé Welison voltaram a ganhar espaço. Antes no sub-20, Marquinhos se tornou uma das grandes esperanças do torcedor, e o volante Jair, que deve voltar a atuar neste sábado, passou a ser o ponto de equilíbrio do Galo.

Jejum no ataque

Quem pode ter como inspiração o jogo contra o Tricolor no primeiro turno é o centroavante Franco Di Santo. Isso porque Ricardo Oliveira quebrou seu jejum de 15 jogos sem marcar justamente contra o Fluminense.

Sem marcar há sete jogos, Di Santo deverá ser titular mais uma vez e poderá voltar a balançar as redes justamente no Rio de Janeiro, onde marcou seu primeiro gol pelo Galo, na derrota para o Botafogo por 2 a 1, no Engenhão, pela 18ª rodada do Brasileirão.

Provável Atlético para enfrentar o Fluminense:

Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Zé Welison e Jair; Luan, Cazares e Marquinhos; Di Santo. Técnico: Vagner Mancini

*Hugo Lobão sob supervisão de Luciano Dias