Se o presente tem sido de provações na vida do atacante Diego Tardelli, o passado foi de conquistas importantes. Há exatos seis anos, quando vivia ainda sua primeira passagem pelo Atlético, o camisa 9 alcançava uma marca importante pelo clube. Na vitória por 4 a 3 sobre o Lanús, da Argentina, ele chegou aos 100 gols.

Naquele duelo, quando o time era comandado por Levir Culpi, Tardelli balançou a rede logo aos seis minutos, em cobrança de pênalti. Abraçado por Ronaldinho – o camisa 10 fazia seu último jogo pelo Galo -, e companhia, o atacante foi um dos protagonistas do inédito título da Recopa Sul-Americana, que veio para Minas Gerais com muito suor.

Leia mais:
The Last Dance: há seis anos, Ronaldinho se despedia do Atlético em 'Drible Final' contra o Lanús

No jogo de ida, o time já havia vencido os hermanos por 1 a 0. Contudo, o duelo da volta, disputado no Mineirão, foi recheado de emoção. Os argentinos venceram nos primeiros 90 minutos por 3 a 2 e levaram a decisão para a prorrogação. Após o susto, os mineiros entraram ligados e ratificaram a conquista com dois tentos nos trinta minutos extras.

atlético recopa tardelli

Drama recente

Com apenas 26 minutos disputados em 2020, ano em que retornou ao Atlético, Tardelli está entregue ao Departamento Médico. Durante um jogo-treino contra o América, disputado na semana passada, na Cidade do Galo, o jogador de 35 anos sofreu grave lesão no tornozelo direito e, operado, só voltará aos gramados na próxima temporada.

Atualmente, ele ostenta 220 jogos pelo clube e 110 gols marcados ao todo. São 113 vitórias, 50 empates e outras 57 derrotas.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO 4 X 3 LANÚS 

 ATLÉTICO: Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver, Emerson Conceição; Pierre, Leandro Donizete, Ronaldinho (Luan), Maicosuel (Guilherme); Tardelli (Dátolo) e Jô. Técnico: Levir Culpi
 

LANÚS: Marchesín, Carlos Araujo (Melano), Gómez (Benítez), Braghieri, Velázquez; Diego Gonzalez, Somoza, Victor Ayala, Ortiz (Pasquini); Acosta e Santiago Silva. Técnico: Barros Schelotto

Gols: Tardelli (Pênalti) (aos 6'), Ayala (aos 8'), Santiago Silva (aos 25'), Maicosuel (aos 37' do 1º tempo); Acosta (aos 48' do 2º tempo); Luan (aos 13' do 1º tempo da prorrogação); Ayala (aos 6' do 2º tempo da prorrogação). 

Data: 23 de julho de 2014
Motivo: Finalíssima da Recopa Sul-Americana
Estádio: Mineirão
Cidade: Belo Horizonte
Árbitro: Roberto Silveira (URU)
Auxiliares: Miguel Nievas (URU) e Nicolas Taran (URU)
Público: 54.786 pagantes
Renda: R$ 5.732.930,00
Cartões amarelos: Diego Tardelli, Réver e Pierre (Atlético); Victor Ayala, Diego González, Gómez, Acosta, Braghieri e Somoza (Lanús) 
Cartão vermelho: Acosta (Lanús)