A maratona de jogos e a estratégia armada pelo técnico Odair Hellmann para encarar o Atlético nesta quarta-feira (14), às 21h30, no Mineirão, pela 16ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, deve impedir o reencontro do centroavante Fred com o Atlético, e tirar da partida também o meia-atacante Nenê, maior destaque do tricolor carioca na temporada até agora.

Fred e Nenê FluminenseDestaques do Fluminense nas últimas rodadas, Fred e Nenê devem ficar de fora do jogo contra o Atlético, pois a estratégia de Odair Hellmann é ter muita velocidade no seu setor ofensivo

A tendência é de que Odair escale um time com muita velocidade na frente para encarar o líder Atlético no Gigante da Pampulha, onde a equipe de Jorge Sampaoli tem 100% de aproveitamento até agora no Brasileirão.

E apesar do bom momento que atravessam, sendo decisivos na arrancada do Fluminense, que ocupa a quinta colocação na classificação da Série A, Fred e Nenê não têm mais a velocidade como marca, até pela idade, pois têm 37 e 39 anos respectivamente.

Além disso, o Tricolor já estará em campo novamente no próximo sábado (19), quando recebe o Ceará, às 19h, no Maracanã, pela 17ª rodada. E a leitura da comissão técnica é de que, pelo estilo do jogo que deve ter pela frente diante do time cearense, Fred e Nenê serão muito mais importantes. E, descansados, terão mais poder de desequilibrar, como têm feito nos últimos confrontos.

Somente no treinamento desta terça-feira (13) Ocair Hellmann deve definir a formação do seu setor ofensivo para encarar o Galo. A tendência é pela manutenção do time com três volantes, assim como na vitória por 1 a 0 sobre o Bahia, no último domingo (11), no Maracanã, quando Hudson, Dodi e Yago Felipe formaram a trinca.