Mais do que jogar bonito – algo escasso nesta temporada –, o Cruzeiro recuperou a confiança. Este seja talvez o maior mérito de Luiz Felipe Scolari até agora neste retorno à Toca. Após o resgate da “vibração”, a Raposa parte em busca de sua quarta vitória em cinco jogos sob o comando de Felipão, nesta segunda-feira (9), às 20h, em um confronto direto, com o Guarani, no Mineirão, pela 21ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Em 16° lugar, com 23 pontos, um a menos que o clube de Campinas, 14°, os celestes sabem que, na pior hipótese possível, não encerrariam a jornada na zona de rebaixamento, já que o Náutico, 17°, tem 20 e poderia igualar os azuis na pontuação, mas não no número de vitórias (são oito contra quatro).

Independentemente dessa situação, não passa pelo cabeça dos cruzeirenses outro resultado que não seja um triunfo em cima do Bugre, a fim de subir na classificação e manter o alto astral e o clima de vibração que se instauraram no ambiente de trabalho do elenco.

"(Essa vibração) é uma postura que sempre exigi das equipes onde trabalhei. Estou obtendo essa resposta deste grupo nos treinos e nos jogos. Uma coisa importante é que, taticamente, eles (jogadores) têm trabalhado muito bem. A defesa tem se portado muito bem num trabalho que fazemos diariamente. A gente tem passado essa vibração e vontade. E recebo deles o feedback do que estou falando. Não estamos fazendo jogos muito bonitos, mas precisamos dos pontos”, ressaltou Felipão.

É verdade: ao fim das vitórias mais recentes, o vestiário celeste foi tomado por uma festa, que, de certa forma, se confunde com alívio. 

“E com essa vibração, boa vontade e disciplina tática temos conseguido, pelo menos, ficar entre o 15° e 16°, longe daquilo que nos assombrava, nos deixava preocupados e fazia com que equipe não tivesse confiança. Aos poucos, vamos adquirindo essa confiança e fazendo aquilo que precisamos para, quem sabe no futuro, ter uma situação melhor", disse o técnico.

A FICHA TÉCNICA DO JOGO

CRUZEIRO X GUARANI
Motivo:
21ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Data: 9/11/2020 (segunda-feira)
Horário: 20h
Estádio: Mineirão
Cidade: Belo Horizonte
Arbitragem: Pathrice Wallace Corrêa Maia, auxiliado por Silbert Faria Sisquim e Thiago Rosa de Oliveira, todos do Rio de Janeiro
Transmissão: Premiere

CRUZEIRO
Fábio, Cáceres, Cacá, Manoel e Patrick Brey; Ramon, Jadsom Silva e Régis; William Pottker, Airton e Sassá
Técnico: Felipão

GUARANI
Gabriel Mesquita; Pablo, Romércio, Wálber e Bidu (Eliel); Bruno Silva, Lucas Abreu (Giovanny), Murilo Rangel e Lucas Crispim; Renanzinho e Bruno Sávio
Técnico: Felipe Conceição