O gerente de futebol Tinga está fora do Cruzeiro. Ele se reuniu na manhã desta quinta-feira (5) na sede da rua Timbiras, no Barro Preto, com o presidente eleito, Wagner Pires de Sá, com o seu gestor do futebol, Itair Machado, e com o advogado do clube, Fabiano de Oliveira Costa. Ouviu da nova diretoria a intenção de que ele permaneça na Toca da Raposa II, fez uma consulta à sua esposa e respondeu de forma negativa, no início desta tarde.

No meio da temporada, Tinga foi convidado para ser o CEO do Internacional, mas recusou o convite. Ainda é incerto o futuro dele, mas não será surpresa se ele seguir a carreira de executivo do futebol no Colorado, onde fez história e conquistou a Copa Libertadores de 2006.

P
or opção do novo comando cruzeirense, o diretor de futebol Klauss Câmara, que está na Inglaterra, participando de um congresso, não deve permanecer no clube. Ele assumiu o cargo no lugar de Thiago Scuro, que saiu por causa da sua ligação com Sérgio Santos Rodrigues, que foi o candidato derrotado por Wagner Pires de Sá na eleição da última segunda-feira (2).

Quem tem mais chances de permanecer no clube é o supervisor Pedro Moreira. Existe a especulação de que Carlão, que exerceu a função no Ipatinga, quando Itair Machado era presidente do clube do Vale do Aço, poderia assumir o cargo. Mas diante de toda a confusão armada, isso não é mais certo.

MANO DIFÍCIL

A renovação de Mano Menezes e sua comissão técnica com o Cruzeiro seria difícil em qualquer situação. O desgaste natural de quase um ano e meio de trabalho na Toca II contribuiu muito para que sua permanência seja complicada.

Seu primeiro contato com a nova diretoria será na semana que vem. Chegou a ser cogitada sua transferência para o Palmeiras, nos momentos de maior pressão sobre Cuca na temporada, com eliminações na Copa do Brasil e Libertadores.

Mas nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, o treinador palmeirense afirmou que seguirá no comando do clube em 2018 e que já trabalha na montagem do seu grupo de jogadores.

Se isso realmente acontecer, aumentam as chances de Mano permanecer no Cruzeiro, mas outra possibilidade que pode se abrir é o São Paulo.

BASE

Nas categorias de base, o superintende Antônio Assunção vai deixar o clube. Ele só não oficializou ainda sua decisão por causa da presença do time sub-20 na final do Campeonato Brasileiro da categoria, contra o Coritiba. O jogo de ida será no próximo dia 12, na Arena do Calçado, em Nova Serrana, às 16h. A volta acontece no Couto Pereira, em Curitiba, dia 19, também às 16h.