Ricardo Goulart renova com o Evergrande e fica na China até 2020

Estadão Conteúdo
22/02/2016 às 18:00.
Atualizado em 16/11/2021 às 01:31
 (Guanghzou Divulgação)

(Guanghzou Divulgação)

Um dos melhores jogadores do Brasileirão de 2014, Ricardo Goulart chegou a ganhar uma chance na seleção brasileira, foi bem, mas preferiu se esconder no futebol chinês. E o meia-atacante parece estar seguro da escolha que fez. Nesta segunda-feira (22), ele renovou seu contrato com o Guangzhou Evergrande até 2020.

Goulart foi titular absoluto do Evergrande no Campeonato Chinês do ano passado e, comandado por Felipão, terminou a temporada como vice-artilheiro do torneio, atrás somente do também brasileiro Aloísio, ex-São Paulo. Pelo time de Guangzhou, ganho o título nacional no ano passado e disputou o Mundial de Clubes.

Se Goulart fica até 2020, dois jogadores de renome rescindiram seus contratos e deixaram a China: o zagueiro grego Avraam Papadopoulos e o francês Momo Sissoko, que estavam no Shangai Shenhua. Do mesmo clube saiu o australiano Tim Cahill, que acertou com o Hangzhou Greentown. Já o Shijiazhuang Ever Bright chegou ao mercado brasileiro acertando com o atacante Diego Maurício, ex-Flamengo, que estava no Bragantino.
http://www.estadao.com.br

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por