A Série A do Campeonato Brasileiro de 2010 teve como marca principal o duelo entre Cruzeiro e Fluminense até a última rodada pela taça, que acabou indo para as Laranjeiras por dois pontos (71 a 69). Nesta quarta-feira (9), os dois clubes se enfrentam, pela edição de 2019, e o cenário é bem diferente. O jogo que começa às 21h30, no Mineirão, pela 23ª rodada, é um confronto direto, mas contra o rebaixamento à Série B.

E nesta decisão às avessas, cruzeirenses e tricolores estarão desfalcados e os motivos para isso são os mais variados.

Na Raposa, o lateral-direito Orejuela está servindo a seleção colombiana e será substituído por Edílson. Ainda no setor defensivo, o garoto Edu, de 19 anos, pode fazer sua estreia, pois Léo está machucado, Cacá recebeu o terceiro cartão amarelo no empate com o Fluminense e Dedé, com dor no joelho direito, é dúvida.

Com cansaço muscular, o volante Ederson será poupado. Assim, Henrique, que volta ao time após cumprir suspensão contra o Colorado, terá Jadson, que foi seu substituto no último sábado, ou Ariel Cabral como parceiro.

O meia Thiago Neves, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, deve dar lugar a Marquinhos Gabriel ou Ezequiel, com Robinho sendo centralizado.

Fluminense

No time carioca, os volantes Allan e Caio Henrique, sendo que este vinha sendo improvisado na lateral esquerda, não jogam pois estão servindo a Seleção sub-23.

Além deles, o zagueiro Digão não pode atuar, pois ainda tem vínculo com o Cruzeiro. Quem pode entrar no decorrer do jogo é o meia Guilherme, revelado na Toquinha e que fica no banco tricolor.

A ficha do jogo

CRUZEIRO

Fábio; Edilson, Edu (Dedé), Fabrício Bruno e Egídio; Henrique e Jadson; Robinho, Marquinhos Gabriel (Pedro Rocha) e David; Fred

Técnico: Abel Braga

FLUMINENSE

Muriel; Gilberto, Nino, Frazan e

Orinho; Yuri, Ganso, Daniel e

Nenê; João Pedro e

Yony González

Técnico: Marcão

MOTIVO: 24ª rodada do Campeonato Brasileiro

LOCAL: Mineirão

DATA: 9 de outubro

HORÁRIO: 21h30

ARBITRAGEM: Jean Pierre Goncalves Lima, auxiliado por Leirson Peng Martins e Michael Stanislau, todos gaúchos

VAR: Jonathan Benkenstein Pinheiro (RS)

TRANSMISSÃO: Premiere