Uma das adversárias da Seleção Brasileira feminina de futebol no Mundial que começará em 7 de junho, na França, a Austrália teve oficialmente confirmada, nesta segunda-feira (18), a nomeação de Ante Milicic como novo técnico interino da equipe nacional do país.

Ex-jogador da seleção australiana, o treinador de 44 anos assumiu o lugar de Alen Stajcic, demitido em janeiro passado depois de ter sido acusado de deixar o ambiente "insatisfatório" dentro do grupo de jogadoras que comandava.

A Federação Australiana de Futebol (FFA, na sigla em inglês) se limitou a apresentar esta justificativa para dispensá-lo naquela ocasião e não entrou em detalhes sobre os motivos que provocaram a saída de Stajcic, assim como agora confirmou que Milicic seguirá à frente da seleção pelo menos até o final da campanha neste próximo Mundial.

A Austrália vai estrear na competição no dia 9 de junho, contra a Itália, e depois encara o Brasil no dia 13, em Montpellier, antes de fechar a sua participação neste Grupo C do torneio contra a Jamaica, no dia 18.

A demissão de Stajcic foi considera polêmica e chegou a ser questionada por estrelas do futebol australiano, mas a decisão foi tomada pela FFA depois de uma pesquisa feita com jogadoras sugerir que ele tinha problemas em sua forma liderar a seleção.

Escolhido como substituto de Stajcic, Milicic foi auxiliar da seleção masculina da Austrália nas Copas do Mundo de 2014 e 2018 e, antes deste Mundial de 2019, vai dirigir a equipe nacional em amistosos de preparação contra Nova Zelândia, Coreia do Sul e Argentina.

Rival das australianas na competição que vai de 7 de junho a 7 de julho, na França, o Brasil abrirá a sua campanha contra a Jamaica, no dia 9 de junho, em Grenoble. E após medir força com a seleção da Oceania na segunda rodada do Grupo C, no dia 13, as brasileiras terão pela frente a Itália no dia 18, em Valenciennes, no fechamento desta chave.

Leia mais:
Com Gilberto Silva, Fifa anuncia time de 'lendas' para promover Mundial Feminino
FIVB define rivais do vôlei brasileiro na busca por vagas olímpicas
Brasil cai no ranking feminino da Fifa; lista define potes do sorteio do Mundial