Na noite da última quinta-feira (5), após a derrota de 2 a 0 para o Grêmio, em Porto Alegre, o técnico Adilson Batista já tinha informado que era séria a lesão do meia Robinho, que deixou o confronto machucado no joelho esquerdo.

Neste sábado, o clube informou, em seu site oficial, que o jogador passará por cirurgia e ficará um bom tempo afastado dos gramados, mas sem uma previsão exata, podendo ser um período entre quatro e seis meses.

Robinho Cruzeiro

Na última quinta-feira, Robinho deixou a Arena do Grêmio usando muleta e com a perna esquerda imobilizada por causa das lesões sofridas no joelho

“O Robinho passou hoje (sábado) por uma ressonância magnética no joelho esquerdo, que possibilitou a confirmação da lesão do ligamento colateral medial total, que é uma lesão de grau três. Além deste caso, o atleta apresentou uma lesão de um outro ligamento que estabiliza a patela, o osso anterior ao joelho, sendo que ambas são lesões cirúrgicas”, afirmou Sérgio Campolina, chefe do departamento médico cruzeirense e que será o responsável pela cirurgia do jogador, que ainda não tem data definida, mas acontecerá nos próximos dias.

“O procedimento deverá ser realizado nos próximos dias e não iremos definir ainda o prazo de recuperação, pois está muito ligado ao ato cirúrgico. Será um prazo menor do que o praticado em uma cirurgia de ligamento cruzado anterior. Imagino que o Robinho poderá ser liberado entre os próximos quatro a seis meses” concluiu Campolina.