O reencontro com o Santos, após a disputa das oitavas de final da Copa do Brasil, não foi bom para o Atlético.

Jogando na Vila Belmiro, o Galo foi derrotado por 3 a 1 para o Peixe, na noite desse domingo (9), pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro e perdeu a vice-liderança do torneio para o Peixe.

O técnico interino Rodrigo Santana reconheceu que o time sofreu com intensidade imposta pelo adversário e que o time fez um primeiro tempo abaixo do esperado.

"A gente não entrou relaxado, entramos numa velocidade abaixo do Santos. Quinta-feira eles foram eliminados, hoje eles vieram a 220 por hora. Entramos mais passivos. Só no segundo tempo que conseguimos entrar no jogo. Quando a gente tinha posse, a gente não agiu sobre o adversário. A gente entende que o desgaste de quinta fez com que a rapaziada entrasse mais morna nesse jogo".

Ricardo Oliveira

Um dos personagens da noite foi o atacante Ricardo Oliveira. Mas não pelos gols. Além de ter completado a sétima partida pelo Galo no Brasileiro, o que inviabiliza a transferência para outro time das Série A, o camisa 9 alvinegro deixou o campo bastante irritado. De quebra, viu o jovem Alerrandro, que havia entrado em seu lugar, marcar um gol.

Ao passar em branco no duelo desse domingo, o Pastor chegou ao nono jogo seguido sem balançar as redes. Apesar do jejum, Oliveira é artilheiro do time na temporada com 13 gols em 27 jogos.

Questionado sobre a disputa entre os centroavantes, Rodrigo Santana, pela primeira vez, admitiu publicamente que cogita uma mudança no time titular para o próximo jogo.  

"O momento do Alerrandro é muito bom, está aproveitando as oportunidades. Ricardo também é um jogador importante. A gente vai estudar dentro da semana para ver quem joga quinta."

São Paulo

Em busca da reabilitação no Campeonato Brasileiro, o Atlético volta a campo na próxima quinta-feira (13), às 20h, para enfrentar o São Paulo, no Independência, pela 9ª rodada da competição, a última antes da pausa para a disputa da Copa América.

"Dentro de casa a gente precisa do resultado, não podemos marcar bobeira. Mais uma vez a tabela foi boa pra gente. Precisamos ter muita atenção para ir forte contra o São Paulo e, na pré-temporada, corrigir erros e recuperar jogadores", projetou Santana.

Leia mais

Com primeiro tempo ruim, Atlético cai para o Santos e perde a vice-liderança do Brasileiro

Luan lamenta início de jogo ruim, cita melhora no segundo tempo e mira reação no Brasileiro