Os brasileiros Rogério Dutra Silva e Thomaz Bellucci foram eliminados de forma precoce no qualifying do Aberto da Austrália, entre a noite de terça (8) e a madrugada desta quarta-feira (9) (pelo horário de Brasília). Os dois experientes tenistas perderam logo na primeira rodada do qualificatório, que dá vaga na chave principal. O primeiro Grand Slam da temporada terá início no dia 14, em Melbourne.

Apesar do embalo com o título no Challenger de Playford, no fim de semana, Rogerinho teve dificuldades para conter o britânico Daniel Evans, atual 190º e ex-número 41 do ranking. Sem conseguir ameaçar o saque do rival, o 134º do mundo foi batido pelo placar de 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3, em apenas 57 minutos de duelo.

Com a queda, Rogerinho deve disputar o Challenger de Punta del Este, no Uruguai, na sequência, antes de se apresentar ao time brasileiro na Copa Davis. A equipe nacional vai enfrentar a Bélgica, pela fase qualificatória, no início de fevereiro, em Uberlândia.

Thomaz Bellucci também não teve sucesso em sua estreia no quali. Como foi recorrente ao longo da temporada passada, o brasileiro levou uma virada. Contra o checo Lukas Rosol, o ex-número 1 do País e atual 226º do mundo perdeu por 2 a 1, com parciais de 2/6, 6/3 e 6/4.

Bellucci fez boa exibição no set inicial e não conseguiu conter a reação de Rosol, 144º do mundo, na segunda parcial. No set decisivo, o brasileiro sofreu uma quebra logo de cara e cometeu erros em break points que poderiam ter mudado a história da partida.

Após a eliminação precoce, Bellucci voltará para a sua base, nos Estados Unidos, para disputar uma série de torneios de nível challenger. Ele vai competir em Newport Beach (a partir do dia 21), Cleveland (dia 28) e Dallas (dia 04 de fevereiro).

Com a eliminação de Rogerinho e Bellucci, resta apenas um representante do Brasil na chave masculina do quali. Thiago Monteiro vai duelar com o francês Gregoire Barrère (158º) na noite desta quarta (horário de Brasília). Monteiro é o atual número 1 do Brasil e 127º do ranking da ATP.

No feminino, Beatriz Haddad Maia também está viva na chave. Após vencer na estreia, ela voltará à quadra na noite desta quarta para a segunda rodada. enfrentará a jovem eslovena Kava Juvan, de 18 anos e 180º do mundo, por volta das 22h30 (horário de Brasília).

Será o segundo confronto entre as duas tenistas em apenas uma semana. No quali do Torneio de Auckland, a brasileira venceu por 2 a 1. "Não existe jogo fácil ainda mais em Grand Slam. Jogamos na semana passada e ganhei. Vou entrar em quadra e dar o meu melhor", afirmou a tenista número 1 do Brasil e 176ª do mundo.