A conta bancária destinada às vítimas do acidente aéreo com a Chapecoense, em novembro do ano passado, recebeu uma transferência de R$ 148,5 mil na semana passada. O dinheiro foi doado pelo São Paulo, quem em parceria com o site de leilões virtuais Superbid, leiloou as camisas pretas utilizadas pela equipe na última rodada do Campeonato Brasileiro.

Como era 46 camisas leiloadas, cada uma foi comercializada por mais de R$ 3 mil, ajudando as famílias das vítimas. Elas tinham os escudos da Chapecoense e do São Paulo, além dos nomes dos jogadores mortos no acidente aéreo.

"Não poderíamos deixar de estender nossas mãos em um dos momentos mais tristes do futebol brasileiro. Temos convicção de que a Chapecoense irá se reerguer e que a arrecadação vinda desta parceria com a torcida são-paulina vai ajudar a retomada da vida das famílias das vítimas", disse o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.