A diretoria do São Paulo liberou o atacante Kieza para negociar a transferência para o Vitória. O jogador não viajou com o elenco nesta segunda-feira (14) para a Venezuela, onde o time joga na quarta-feira contra o Trujillanos, pela Copa Libertadores, para ficar no Brasil e acertar a sua saída mesmo depois de atuar somente duas vezes pela equipe.

Kieza também ficou fora da relação de inscritos no clássico com o Palmeiras, domingo (13), pelo Campeonato Paulista, para cuidar dos detalhes da negociação. Insatisfeito no São Paulo, o jogador esperava ter mais chances com o técnico Edgardo Bauza e prefere procurar uma equipe em que possa ser titular. Kieza tem ficado no banco de reservas como opção para Calleri e Alan Kardec.

A negociação com Kieza inclui a possível chegada de dois jogadores da base do Vitória ao São Paulo. O clube do Morumbi firmou o compromisso de pagar ao Shanghai Shenxhin R$ 4 milhões pela contratação do atacante, valor que não foi pago à vista. Em 2016 o atacante foi titular apenas contra o Água Santa, pelo Campeonato Paulista, e entrou no segundo tempo diante do The Strongest, pela Copa Libertadores.

Destaque no Bahia no ano passado, Kieza foi a contratação mais cara do São Paulo para a temporada e assinou vínculo por três temporadas. Grande parte dos reforços da equipe para 2016, como Mena, Calleri, Kelvin e Maicon, vieram por empréstimo. A diretoria do clube do Morumbi espera definir nos próximos dias a saída dele e tenta fazer com que o Vitória banque parte do pagamento pelo reforço.