O vice-presidente de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, disse nesta segunda-feira (8) que deve pagar até o fim desta semana os direitos de imagem atrasados para o elenco. De acordo com o dirigente, o clube tem enfrentado dificuldades financeiras que levaram os jogadores a não receberem nos dois últimos meses.

"Estamos atrasados, mesmo. Hoje em dia a situação financeira é muito difícil. Mas estamos conseguindo levar com muita luta, mas pretendo pagar nesta semana", afirmou Ataíde em entrevista para a Rádio Globo. Em maio, o clube justificou o atraso por ter recebido uma sentença judicial em que teve de pagar R$ 2,5 milhões por uma dívida com o empresário do jogador Jorginho Paulista, que passou pelo time em 2002.

O valor foi descontado da renda de R$ 3,6 milhões arrecada na partida com o Cruzeiro, pelas oitavas de final da Copa Libertadores, e segundo o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, atrapalhou a diretoria a acertar em dia. No começo do ano o clube passou pelo mesmo problema de atraso, quando devia além dos direitos de imagem, a premiação para parte do elenco pela classificação à Libertadores de 2015.